Professor acusado de estupro após fornecer LSD para alunos é preso no Rio

Polícia

Professor acusado de estupro após fornecer LSD para alunos é preso no Rio

Redação Folha Vitória

Rio de Janeiro - Denunciado pelo Ministério Público do Rio (MP-RJ) por estupro de vulnerável, indução ao uso de drogas e tráfico, o professor Gustavo Montalvão Freixo, de 31 anos, foi preso no início da manhã desta quarta-feira por policiais civis, em cumprimento à mandado de prisão expedido anteontem pela Justiça. Segundo a denúncia oferecida pelo MP-RJ, o professor de história teria fornecido LSD para sete alunos, com idades de 13 e 15 anos, e teria feito sexo com uma das meninas, de 14.

A Polícia Civil informou que divulgará ainda hoje mais detalhes da prisão, feita por agentes da 38ª Delegacia de Polícia (Irajá) em Maricá, na Região Metropolitana do Rio. Ontem, o advogado do professor, Fernando Drummond, disse que havia orientado o cliente a deixar sua casa porque estaria sendo ameaçado.

Na denúncia, o promotor Alexandre Themístocles afirmou que os crimes do professor teriam ocorrido na casa de um dos rapazes, em 9 de outubro, sob o pretexto de uma "aula extra" que seria dada por Freixo. O advogado do professor informou que ele "nega os fatos".