Suspeito de assalto morto por PM tinha extensa ficha criminal

Polícia

Suspeito de assalto morto por PM tinha extensa ficha criminal

De acordo com o delegado Tarcísio Ottoni, da Delegacia Patrimonial, o crime está sendo investigado e os outros suspeitos, que agiram com Thiago, serão identificados

Thiago Cunha tinha passagem até por sequestro Foto: Reprodução

Sequestro, cárcere privado, porte ilegal de armas, adulteração e roubo de carros: essa é a lista dos crimes cometidos por Thiago Robson Cunha da Silva, de 26 anos, morto por um soldado da Polícia Militar, que reagiu a uma tentativa de assalto na Serra.

O caso aconteceu na última segunda-feira (03), no bairro Colina de Laranjeiras, nas imediações de um shopping. De acordo com as informações da polícia, o soldado, que estava à paisana, saiu de casa para visitar um parente. O militar foi rendido por três criminosos ao estacionar seu veículo na região. Um dos rapazes estava com uma arma falsa.

Após o policial entregar as chaves do automóvel, Thiago entrou no carro e acelerou. Porém, antes da fuga do rapaz, o soldado atirou. O jovem morreu dentro do veículo. 

De acordo com o delegado Tarcísio Ottoni, da Delegacia Patrimonial, o crime está sendo investigado e os outros suspeitos, que agiram com Thiago e conseguiram fugir, serão identificados.

Pontos moeda