• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cinegrafista é vítima de racismo durante manifestação em Vitória

Polícia

Cinegrafista é vítima de racismo durante manifestação em Vitória

O profissional da Rede Vitória prestou queixa nesta segunda-feira na Delegacia Regional do município é acusado da agressão verbal será intimado a se explicar

Cinegrafista sobre injúria racial durante protesto em Vitória Foto: TV Vitória

Um cinegrafista da Rede Vitória sofreu ofensas racistas por parte de um dos manifestantes durante o protesto denominado “Mulheres contra Cunha e o PL 5069”. A equipe da emissora, formada pelos repórteres Alexandre Kapiche e Diego Gama, foi impedida de fazer a cobertura da manifestação, realizada na capital Vitória na última sexta-feira (6). “TV Record, não queremos vocês do nosso lado. Por favor, se retirem”, disse uma manifestante ao microfone.

Ao tentar seguir seu trabalho e fazer imagens do protesto, Diego Gama foi indagado pelo rapaz que participava do evento com as seguintes palavras: “você é preto, cara. A mídia não gosta de você, não. Você é tipo um capitão do mato”, falou, lembrando da figura histórica do negro que capturava os escravos fugitivos nas grandes fazendas do século 18. 

Outro participante fez imagens do momento da injúria racial e Diego, de posse das imagens, foi à Delegacia Regional de Vitória, na Praia do Canto, e prestou queixa contra o rapaz. “Não posso ficar calado diante dessa atitude idiota. É muito constrangedor para um profissional no exercício do seu trabalho ouvir palavras desse tipo.

A delegada Claudia Dematê, que registrou o boletim de ocorrência, viu as imagens do momento das injúrias e já deu andamento ao caso. O manifestante foi reconhecido e será intimado, juntamente com as testemunhas do caso, a prestar depoimento. “O rapaz terá que explicar o motivo de suas palavras”, reforçou Dematê.

Confira o vídeo com o momento das ofensa: