Preso suspeito de agredir e esfaquear mulher em Vila Velha

Polícia

Preso suspeito de agredir e esfaquear mulher em Vila Velha

A vítima contou que o acusado retirou a faca da mochila e a atingiu com dois golpes, um na barriga e outro no peito. Os filhos estavam em casa no momento do crime

O homem assumiu que esfaqueou a mulher Foto: TV Vitória

Um homem, suspeito de esfaquear a ex-mulher, foi preso nesta quarta-feira (9), em Vila Velha. De acordo com a polícia, o acusado já possui várias passagens por crimes desta natureza. Segundo a vítima, eles moravam juntos há quatro anos. Ela não queria continuar com o relacionamento, mas o suspeito não teria aceitado a decisão. 

Na última terça-feira (8), ele voltou até a residência onde morava com a mulher para conversar, quando o crime aconteceu. Segundo a polícia, Nelson invadiu o apartamento e tentou levar a filha mais nova do casal, uma bebê de apenas 3 meses, à força.

Ao tentar impedir a ação, a vítima entrou em luta corporal com o ex-companheiro. Nelson então tirou a faca da mochila e acertou a vítima duas vezes.

“Eu estava dentro de casa e ele já chegou pela janela gritando. Ele me chamou para comprar alguma coisa para a neném. Eu falei que não ia. Então, ele aproveitou o vizinho que estava subindo, o empurrou e subiu. Eu falei que não iria abrir a porta, mas ele arrombou e já foi pegando a criança do carrinho”, contou a vítima.

Ela contou que o acusado retirou a faca da mochila e a atingiu com dois golpes, um na barriga e outro no peito. “Eu consegui pegar a criança do colo dele, e dei para a minha vizinha levar para a casa dela. Nisso, ele me empurrou da escada e nós começamos a lutar. Foi aí que ele disse que tinha uma surpresinha para mim e tirou a faca da mochila para me golpear. A todo o momento ele dizia que ia me matar. Aí a minha filha foi pedir socorro. Os vizinhos vieram e acionaram a polícia”.

Prisão

O suspeito não foi encontrado no dia do crime, mas a polícia o localizou e prendeu nesta quarta-feira (9). Nelson foi encontrado no local de trabalho, em Itaparica, Vila Velha, e, segundo a polícia, não ofereceu resistência. Na delegacia, o ajudante de pedreiro confessou o crime e disse que tudo aconteceu no calor do momento.

“Eu confesso que furei o braço dela. Eu fui lá para ver a menina, dar um dinheiro a ela, mas eu perdi a cabeça e aconteceu. Mas a faca era de lá mesmo. Eu fugi e não sei o que aconteceu. Com essa mulher foi a segunda vez que aconteceu uma agressão. A gente vai e volta. Na primeira vez eu também a furei. É ciúme”, disse o suspeito. 

A dona de casa agora está sob a proteção do estado, na casa abrigo para mulheres vítimas de violência doméstica. A delegada Maria Aparecida Rasseli, da Delegacia da Mulher de Vila Velha, solicitou à Justiça uma medida protetiva contra o ajudante de pedreiro. "Ela estava com uma criança e não poderia voltar para casa, porque ela estava com medo dele concretizar o ato", disse a delegada.

Nelson foi autuado por tentativa de homicídio e encaminhado para o Centro de Triagem de Viana. Segundo a polícia, ele já possui outras quatro passagens pela Justiça, todas pelo mesmo motivo. "Ele age dessa forma e já tentou esfaquear outras conviventes. Então ele repete esse tipo de crime e não é a primeira vez que isso acontece. Ele já esteve preso em outras vezes", ressaltou Rasseli.