Operação da Polícia Federal desarticula esquema de tráfico de drogas no Paraná

Polícia

Operação da Polícia Federal desarticula esquema de tráfico de drogas no Paraná

Foi constatado pelo menos 10 fatos criminosos que levaram à prisão em flagrante

São Paulo - A Polícia Federal (PF) abriu nesta sexta-feira, 24, a Operação Égide com objetivo de desarticular organizações criminosas voltadas para o tráfico de drogas, assaltos, homicídios e corrupção de menores.

Em nota, a PF informou que cerca de 100 policiais estão cumprindo 12 mandados de prisão preventiva, dois de condução coercitiva e 20 mandados de busca e apreensão nas cidades de Cascavel, Londrina, Nova Aurora, Foz do Iguaçu e Ubiratã, todas localizadas no Paraná.

"As investigações ao longo dos últimos quatro meses demonstraram que os suspeitos buscavam a hegemonia para a prática de crimes e tráfico de drogas na cidade de Ubiratã/PR e que com uso de celulares e auxílio de menores, realizavam o tráfico dentro do presídio de Foz do Iguaçu", diz a PF por meio de nota.

Para a prática do crime de tráfico de drogas pela organização, a Polícia Federal constatou pelo menos 10 fatos criminosos que levaram à prisão em flagrante de alguns dos suspeitos, entre eles integrar organização criminosa, homicídio, tentativa de homicídio, latrocínio, corrupção de menores e porte ilegal de arma.

Os presos serão conduzidos à Delegacia de Polícia Federal em Cascavel. Alguns deles responderão pelos crimes citados acima e poderão ter penas que, somadas, podem ultrapassar os 30 anos.

O nome da operação - já usado em outras ações da PF - tem origem no significado da palavra que é proteção, escudo, defesa, a fim de representar a proteção da polícia para a sociedade.