• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Guarapari: Polícia prende homem por importunação sexual em praia

Polícia

Guarapari: Polícia prende homem por importunação sexual em praia

De acordo com a Polícia Civil, Vanderley Viana Morais, de 40 anos, se masturbava perto mulheres na Praia de Santa Mônica e chegou a tentar puxar uma adolescente para o mato.

Foto: Divulgação/ Polícia Civil
Vanderley Viana Morais foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Vila Velha (Xuri). 

Um homem foi detido na manhã desta quinta-feira (07), após praticar importunação sexual na Praia de Santa Mônica, em Guarapari. De acordo com a Polícia Civil, Vanderley Viana Morais, de 40 anos, estava se masturbando na frente de mulheres que passavam pelo local e chegou a atacar uma adolescente, puxando-a para o mato.

A ação teria sido controlada por um tenente do Corpo de Bombeiros, que logo que viu o homem se masturbando na frente das mulheres, acionou a Polícia Militar. Antes dos policiais chegarem ao local, Wanderley puxou a adolescente para o mato e o tenente efetuou dois disparos.

De acordo com a Polícia Civil, os tiros não atingiram as pessoas, mas foram essenciais para que o início do estupro fosse interrompido. Após os disparos, a vítima se desvencilhou e correu, enquanto Vanderley tentou fugir para o lado oposto. O homem foi preso pelo bombeiro que, em seguida, foi auxiliado pela Polícia Militar.

Vanderley foi conduzido para a 5ª Delegacia Regional de Guarapari, onde confessou que se masturbava, mas negou que tivesse tentado estuprar alguém. Ele foi autuado pelo delegado Jefferson Wagner Gomes da Silva em flagrante, pelo crime de importunação sexual.

A pena pode chegar a cinco anos de reclusão. O detido foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Vila Velha (Xuri), que é para onde vão os autores de crimes dessa natureza.

No momento da prisão do Vanderley, a adolescente atacada correu e não foi encontrada. A Polícia Civil pede que a menor compareça à delegacia para que homem possa responder também pelo crime de estupro.

*Com informações da Polícia Civil