Justiça aceita denúncia do Ministério Público contra acusado de arrastar cachorro até a morte

Polícia

Justiça aceita denúncia do Ministério Público contra acusado de arrastar cachorro até a morte

Manoel Batista dos Santos Júnior é acusado de amarrar o animal na parte de trás do carro, com uma corda, e arrastá-lo pelas ruas de Jaguaré, no norte do estado

Foto: Reprodução

A Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público Estadual (MPES) contra o homem que foi preso por arrastar um cachorro até a morte em Jaguaré, no norte do estado. O crime aconteceu no dia 12 de outubro deste ano.

Manoel Batista dos Santos Júnior, de 32 anos, é acusado de amarrar o cachorro na parte de trás do carro, com uma corda, e arrastar o animal pelas ruas da cidade. A ação foi flagrada por imagens de câmeras de segurança da região.

O acusado disse, na época do crime, que o cachorro parecia estar morrendo e, por isso, pensou em sacrificá-lo. Ele foi preso por maus-tratos a animais e, caso seja condenado, pode cumprir pena de até cinco anos de prisão.

Manoel ainda está preso no Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Mateus, para onde foi levado no dia 13 do mês passado. No dia seguinte, durante audiência de custódia, foi decretada a prisão preventiva dele.

A produção da TV Vitória/Record TV tentou, mas não conseguiu contato com a defesa de Manoel.