Suspeito de torturar gato com vergalhões em Linhares é preso

Polícia

Suspeito de torturar gato com vergalhões em Linhares é preso

O homem teria usado uma gaiola para prender o felino e torturá-lo

Foto: Reprodução

O homem suspeito de torturar um gato com pedaços de vergalhões, em Linhares, norte do Espírito Santo, foi preso em cumprimento a um mandado de prisão preventiva. Segundo a polícia, Victor Brandão Machado, de 43 anos, se apresentou na 16ª Delegacia Regional do município, na manhã desta quinta-feira (26). 

O suspeito teria usado uma gaiola para prender o felino e torturá-lo. A polícia já havia identificado o homem, mas ele ainda não tinha sido encontrado para prestar esclarecimentos. 

De acordo com o delegado Tiago Cavalcante, da Delegacia de Infrações Penais e Outras (Dipo), o suspeito alegou ter problemas psicológicos. "Ele contou que o gato entrava na casa dele e defecava, apesar de sempre manter a porta de casa fechada. O homem argumenta também que está com depressão", disse. 

Para a polícia, o homem contou que não tinha a intenção de torturar o animal. "Ele afirma que tinha feito a armadinha para prender o gato, e achou que tinha matado. O suspeito afirma que não tinha a intensão de torturar o felino", contou o delegado. 

O gato foi resgatado na última segunda-feira (23), após um vídeo do animal começar a circular nas redes sociais. O gato foi encaminhado para o atendimento veterinário. Após se recuperar, ele será colocado para adoção.