Preso suspeito de atirar contra sargento da reserva da PM durante tentativa de assalto na Serra

Polícia

Preso suspeito de atirar contra sargento da reserva da PM durante tentativa de assalto na Serra

Indivíduo foi localizado em Vila Nova de Colares e levado para a delegacia. Vítima foi atingida com um tiro na axila e levada para o hospital Jayme dos Santos Neves

Caso está sendo investigado pela Delegacia Patrimonial Foto: TV Vitória

A polícia prendeu, na tarde desta quarta-feira (09), um dos suspeitos de balear um sargento da reserva da Polícia Militar, no final da manhã, em Parque Residencial Laranjeiras, na Serra

O indivíduo, identificado como Jamerson Alcântara Castro, foi localizado por militares do 6º Batalhão no bairro Vila Nova de Colares, no mesmo município. Ele foi encaminhado para a 3ª Delegacia Regional da Serra.

De acordo com a ocorrência registrada pela PM, o sargento sofreu a tentativa de homicídio no momento em que estava parado na frente de casa, por volta das 11 horas. Dois homens armados teriam abordado a vítima, enquanto outros dois davam cobertura à dupla, próximo a um Gol branco.

Segundo os policiais que atenderam a ocorrência, o sargento contou que os suspeitos levaram as chaves do carro dele, uma Toyota Hilux, que estava na garagem de casa e foi adquirido recentemente. A vítima teria reagido ao assalto e levou um tiro na axila direita, que parou no braço. Em seguida, os criminosos fugiram no Gol, em direção a Vila Nova de Colares.

O sargento foi socorrido e levado para o hospital Jayme dos Santos Neves, na Serra. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), ele teve alta na parte da tarde.

A sobrinha do policial estava próxima da cena do crime e teria visto toda a ação. Segundo a polícia, ela reconheceu um dos suspeitos e disse que ele seria ex-morador do bairro. Esse suspeito reconhecido seria o Jamerson, detido horas depois. Os outros três não foram identificados pela testemunha.

De acordo com a PM, o suspeito provavelmente já conhecia a vítima e, junto com os comparsas, teria planejado o assalto. O sargento aposentado contou para os militares que atenderam o caso que os suspeitos já chegaram perguntando sobre os bens que ele tinha. A chave do carro, que foi levada pelos criminosos, ainda não foi recuperada, segundo a vítima.

A Polícia Civil informou que o caso está sob responsabilidade do delegado Agis Macedo, da Delegacia Especializada de Segurança Patrimonial. A principal linha de investigação é de que o sargento tenha sido vítima de latrocínio - roubo com morte.

Quem tiver qualquer informação que possa ajudar nas investigações deve entrar em contato com o disque-denúncia, pelo número 181. Não é preciso se identificar e o sigilo é garantido.