Marceneiro é preso suspeito de agredir e tentar atear fogo na mulher na Serra

Polícia

Marceneiro é preso suspeito de agredir e tentar atear fogo na mulher na Serra

Segundo a polícia, o homem chegou a jogar um líquido inflamável no corpo da companheira. Ele foi autuado pelo crime de lesão corporal e injúria

Foto: Reprodução TV Vitória

Um marceneiro de 26 anos foi preso suspeito de agredir e ameaçar atear fogo na mulher, no bairro Colina de Laranjeiras, na Serra, na manhã deste sábado (19). Segundo a polícia, o homem chegou a jogar um líquido inflamável no corpo da companheira.

Ainda de acordo com a polícia, a vítima acionou a PM por volta de 1 hora. Desesperada, durante a ligação, ela contou que estava escondida do marido depois de ser agredida. 

Enquanto os PMS não chegavam ao local, a vítima gritou por ajuda, com medo de ser queimada viva. Uma vizinha contou que os moradores do condomínio acordaram assustados com os gritos da mulher.

Durante a confusão, além de agredir a mulher, o homem teria jogado um solvente inflamável no corpo dela, dizendo que iria colocar fogo.

Quando os policiais chegaram ao local e entraram no apartamento, encontraram o homem deitado na cama, tranquilo como se nada tivesse acontecido. A vítima relatou que o casal tinha discutido, porém não revelou motivo. 

Quando a equipe o questionou se ele tinha a intenção de queimar a mulher, o homem revelou que só ameaçou porque perdeu a cabeça. Ele negou que tenha a agredido. Mesmo assim, o homem foi conduzido pela polícia para a delegacia.

Segundo a Polícia Civil, o marceneiro foi autuado pelo crime de lesão corporal e injúria. Uma moradora do local revelou que essa não é a primeira ocorrência envolvendo o casal.

*Com informações da repórter Jéssica Cardoso/ TV Vitória