“Ela me traiu na minha cama, e o ódio tomou conta de mim”, diz suspeito de assassinar namorada em Vila Velha

Polícia

“Ela me traiu na minha cama, e o ódio tomou conta de mim”, diz suspeito de assassinar namorada em Vila Velha

Em depoimento, o namorado de Gabriela confessou ter matado a jovem. De acordo com a polícia, a vítima foi estuprada por Thiago e pelo amigo dele e foi degolada com golpes de faca

Tiago confessou que assassinou Gabriela Foto: ​TV Vitória

Os dois suspeitos de terem assassinado a jovem Gabriela de Oliveira Bonfim, de 24 anos, na última segunda-feira (23), em Vila Velha, foram apresentados pela polícia na manhã desta quarta-feira (25).

Tiago Rosa do Sacramento, de 25 anos, namorado da jovem, foi preso na noite da última terça-feira (24), na casa de um amigo. O outro suspeito do crime, Lucas Manhães Brício, de 20 anos, foi detido na casa dele, no bairro Novo México, em Vila Velha.

Em depoimento, o namorado de Gabriela confessou ter matado a jovem. “Simplesmente cometi o crime por causa do que ela fez comigo. Como é que a menina que fala que me ama, minha namorada, abre a janela e se engraça com outro? Ela abriu a janela e se insinuou para outro. Nisso, eu desacreditei, falei que ela não seria doida de fazer isso. Ela me traiu na minha cama, e o ódio tomou conta de mim”, disse.

De acordo com a polícia, a vítima foi estuprada por Tiago e pelo amigo Lucas, foi degolada com golpes de faca, e teve o objeto introduzido no órgão genital.

Para o Secretário Estadual de Segurança, André Garcia, os suspeitos não demonstraram arrependimento. “O crime foi muito cruel e eu não senti nenhum arrependimento de quem cometeu. Um crime que compõe o perfil dos homicídios no Estado, um número cada vez maior. É uma questão cultural, ele se sentia dono da moça. A família era contra o namoro, é uma questão para a qual a gente chama atenção, é preciso conscientizar os jovens para que atendam os conselhos do pai. O perfil desse jovem é de um rapaz que nenhum pai gostaria que a filha namorasse”, afirma. 

Segundo o delegado Adroaldo Lopes, da Delegacia de Homicídio e Proteção à Mulher (DHPM), Tiago filmou todo o ato feito contra a namorada e ainda enviou as imagens para a mãe da jovem.  O jovem e o amigo Lucas foram autuados por homicídio triplamente qualificado e por estupro, e poderão pegar de 12 a 30 anos de detenção. Os dois foram encaminhados para o Centro de Triagem de Viana e depois serão levados para o presídio.

Entenda o caso

Gabriela foi encontrada morta depois de ter sido degolada e atingida por cinco facadas no bairro Novo México, em Vila Velha. O crime aconteceu na noite da última segunda-feira (23).

De acordo com informações da Polícia Militar, Tiago Rosa do Sacramento, de 25 anos, suspeito do crime, mantinha um relacionamento extraconjugal com a jovem. A avó da vítima, Terezinha França Dias, conta que a relação do casal era conturbada. “Eles brigavam muito, mas eu nunca me meti, nunca participei da vida dele”, disse.

Segundo informações da polícia, o corpo da vítima, Gabriela de Oliveira Bomfim Sampaio, foi encontrado na casa de Tiago. Antes do crime, a mãe de Gabriela recebeu um telefonema de Tiago. Do outro lado da linha, ele teria dito que, juntamente com um amigo, estaria estuprando a jovem e que depois iria matá-la. 

A mãe da vítima conta que o jovem disse que toda a ação criminosa teria sido gravada, e as imagens seriam enviadas aos parentes. “Ele disse que ela estava sendo violentada e que ele iria mandar tudo pra mim, todas as imagens”, afirma.

Emoção no velório de Gabriela

Familiares e amigos se despediram da jovem Gabriela Oliveira Bomfim na manhã desta quarta-feira (25), no cemitério de Ponta da Fruta, em Vila Velha.

O marido de Gabriela, o encanador Rodolfo Martins, estava abraçado com um dos filhos do casal e ficou ao lado do caixão. Ele beijou a mão da jovem, mas não quis comentar a tragédia.

Além do marido, a mãe da jovem, Neize de Oliveira Bomfim, também esteve no velório da jovem. Emocionada, ela diz que só vai guardar momentos felizes da filha. “Só tenho lembranças boas dela. Ela era uma pessoa alegre, divertida, ela uma boa filha, uma boa mãe, isso vai ficar para sempre”, afirma. 

Além disso, para Neize, o namorado de Gabriela, que é o acusado do crime, tem que ser punido. “Quero que ele sofra muito mesmo, espero que ele sofra em dobro, tudo o que ele fez minha filha sofrer”, disse.