Homem executado com nove tiros pode ter sido morto por engano em Cariacica

Polícia

Homem executado com nove tiros pode ter sido morto por engano em Cariacica

Hélio Fernandes foi morto dentro de uma fábrica de blocos. Para a polícia, os criminosos queriam matar João Marcos Sena e acabaram atentando contra a vida de outra pessoa

O homem foi assassinado dentro de uma fábrica de blocos do bairro Itapemirim, em Cariacica Foto: TV Vitória

Um homem foi executado com nove tiros no bairro Itapemirim, em Cariacica, na manhã desta quinta-feira (25). A suspeita da polícia é que Hélio Henrique Fernandes, de 26 anos, tenha sido morto por engano, já que um amigo da vítima estava ameaçado de morte na região.

Hélio foi morto dentro de uma fábrica de blocos. Um colega da vitima também foi atingido. Para a polícia, os criminosos teriam a intenção de matar João Marcos Sena e acabaram atentando contra a vida de outra pessoa.

“Informações dão conta de que João Marcos costumava dormir ali no cômodo onde ocorreu o fato e, por engano. Os indivíduos que alvejaram também o João Marcos vieram até a fábrica só que executaram outra pessoa e depois, do lado de fora, balearam o João Marcos”, afirma o tenente Felipe.

João Marcos, mesmo baleado, conseguiu andar quase 50 metros pelas ruas do bairro e conseguiu pedir ajuda para vizinhos que passavam pelo local. A vítima foi socorrida e avisou sobre o assassinato. A dona da fábrica de blocos, que prefere não ser identificada, ficou assustada com a notícia do crime.

“É uma sensação ruim e triste, porque com a gente ele não tinha problema, era uma pessoa normal. É triste você chegar e se deparar com uma cena dessas. Havia dias que ele nem trabalhava porque bebia durante o dia e usava drogas”, diz a proprietária.

Após o crime, a polícia fechou o cerco na região de Itapemirim e prendeu quatro pessoas: três homens e uma mulher. Na casa dos suspeitos a polícia encontrou armas, munição e tocas ninjas. A polícia acredita que eles tenham participação no crime.