Mulher é baleada no rosto durante arrastão em ponto de ônibus na Serra

Polícia

Mulher é baleada no rosto durante arrastão em ponto de ônibus na Serra

Um guarda municipal estava indo trabalhar no momento do arrastão. Ele reagiu, houve troca de tiros, mas os suspeitos não foram atingidos e conseguiram fugir

A jovem foi atingida quando esperava pelo ônibus Foto: TV Vitória

Um arrastão em um ponto de ônibus deixou uma pessoa ferida na manhã desta quarta-feira (1), em Jardim Limoeiro, na Serra. O crime aconteceu por volta de 5h40.

De acordo com informações de testemunhas, havia dez pessoas no ponto de ônibus quando um homem de moto rendeu todos que estavam aguardando a chegada do coletivo. A vítima, identificada como Paula Renata Rosário Maciel, de 26 anos, saiu correndo e um dos disparos acabou atingindo o olho dela.

"Ele anunciou o assalto, mas como todos viram que ele estava armado as pessoas correram. Ela foi baleada no ponto e ainda conseguiu correr. Foi um momento de muito desespero", contou um guarda municipal de Vitória que estava no local.

O guarda estava indo trabalhar quando aconteceu o arrastão. Ele reagiu e houve troca de tiros. "Ele viu a situação e acabou atirando quatro vezes contra o cidadão que não foi ferido. Como ele não foi atingido, conseguiu fugir e não foi encontrado. A situação estava complicada quando chegamos. Ela estava sangrando muito, não dava para esperar o Samu. O que ajudou foi que eu fui conversando com ela até chegar ao hospital. Por um centímetro a bala não atingiu o cérebro dela. Foi o que informou o médico quando chegamos", explicou o sargento Eder, da Polícia Militar.

A ocorrência foi encaminhada para o Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) da Serra. A vítima foi encaminhada para o Hospital Jayme Santos Neves, na Serra. Segundo a mãe da jovem, ela está lúcida, mas não sabe informar se a filha vai precisar passar por cirurgia e não sabe quando ela terá alta. A jovem não corre risco de morrer.