Adolescente que morava no Espírito Santo morre baleada em arrastão no Rio de Janeiro

Polícia

Adolescente que morava no Espírito Santo morre baleada em arrastão no Rio de Janeiro

De acordo com as primeiras informações, a vítima estava no carro com a família, que seguia em direção ao aeroporto. A jovem estava no banco do carona

 A vítima estava no carro com a família, que seguia em direção ao aeroporto Foto: ​Reprodução/Rede Record

A adolescente Ana Beatriz Frade, 17 anos, morreu após ser baleada na cabeça em um arrastão no viaduto de Del Castilho, zona norte do Rio de Janeiro, na manhã deste sábado (7).

Um amigo da vítima, que preferiu não ser identificado, contou que ela morava há três anos com os avós em Guarapari, Espírito Santo. Ana Beatriz Frade estava no 3º ano do Ensino Médio.

Segundo informações da Polícia Militar, as testemunhas disseram que três criminosos armados atiraram contra um veículo durante uma tentativa de roubo no acesso da saída 4, na linha Amarela. 

Testemunhas informaram que o padrasto da jovem teria tentado furar o bloqueio feito pelos bandidos. Ao perceber que a adolescente estava ferida, ele ainda tentou buscar ajudar, mas a vítima não resistiu aos ferimentos.

De acordo com as primeiras informações, a vítima estava no carro com a família, que seguia em direção ao aeroporto. A jovem estava no banco do carona. Um bebê de dois anos também estava no veículo e nada sofreu.

O diretor da DH, o delegado Rivaldo Barbosa, afirmou que a reação do padrasto de fugir do assalto foi um "ato natural". A Polícia Civil está buscando imagens de câmeras de segurança e conta com ajuda de testemunhas para identificar e prender os suspeitos do crime.

O delegado contou que mais de cinco bandidos com armas de médio e grande porte participaram do assalto. Os suspeitos fugiram e ninguém ainda foi preso.

A Divisão de Homicídios da Capital investiga o caso.

As informações são do R7.