Motorista morre baleado e rodoviários paralisam atividades neste sábado na GV

Polícia

Motorista morre baleado e rodoviários paralisam atividades neste sábado na GV

Segundo testemunhas, quatro jovens pularam a roleta do coletivo onde estava a vítima, quando a arma de um deles teria caído no chão e disparado acidentalmente

Motorista atingido por um tiro, no final da madrugada deste sábado, e não resistiu Foto: Patrícia Battestin

Rodoviários  que atuam no sistema Transcol decidiram paralisar totalmente as atividades, neste sábado (22), após a morte de um motorista, ocorrida no final da madrugada, em Vila Velha. A vítima, identificada como José Francisco Xavier Alves, 48 anos, foi atingida nas costas por um tiro, que teria sido disparado acidentalmente.

O motorista dirigia um ônibus da linha 658 (Terminal do Ibes - Terminal de São Torquato) e fazia sua primeira viagem do dia. O coletivo havia acabo de sair do Terminal do Ibes e apenas um passageiro havia embarcado.

Por volta das 5h20, quatro jovens embarcaram no ônibus, na altura da praça do Aribiri, em Vila Velha. Segundo o cobrador do coletivo, todos eles pularam a roleta.

José Francisco chegou a ser socorrido por uma ambulância do Samu, mas não resistiu Foto: Reprodução

No momento em que o último estava passando, uma arma que estava na cintura dele teria caído e disparado. O tiro atingiu a lombar de José Francisco e saiu na altura do pescoço.

Mesmo ferido, o motorista foi obrigado pelos suspeitos a abrir a porta para que eles fugissem. Uma ambulância do Samu foi acionada e a vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Dentro do coletivo, os peritos da Polícia Civil encontraram a marca de um disparo.

Paralisação

Por causa do ocorrido, o Sindicato dos Rodoviários do Espírito Santo (Sindirodoviários-ES) decidiu paralisar totalmente as atividades da categoria neste sábado, na Grande Vitória. Segundo o Sindirodoviários, os rodoviários só vão retornar às atividades quando o responsável pela morte do motorista for preso.

Ainda de acordo com o sindicato, toda diretoria está mobilizada, acompanhando o caso e pedindo providências. "Queremos uma resposta imediata da polícia prendendo quem cometeu esse crime. Estamos fartos de tanta violência. Perdemos um colega, mais uma vida. Estamos de luto", disse o presidente do Sindirodoviários, Edson Bastos.

Em virtude da paralisação dos rodoviários, alguns coletivos circularam pelas ruas da Grande Vitória com a bandeira de "especial", não parando para o embarque de passageiros. A orientação é que os motoristas sigam para os terminais e não realizem mais viagens.

No Terminal de Campo Grande, um ônibus foi colocado na entrada, impedindo a entrada e saída dos coletivos Foto: Iures Wagmaker