Bandidos invadem abrigo de animais carentes e furtam 400 kg de ração em Vila Velha

Polícia

Bandidos invadem abrigo de animais carentes e furtam 400 kg de ração em Vila Velha

Crime aconteceu na madrugada desta terça-feira. Foi a terceira vez que o local foi alvo de ataques somente neste mês

Mais de 400 quilos de ração foram furtados de um abrigo para animais carentes que funciona no bairro Barramares, em Vila Velha. O crime aconteceu na madrugada desta terça-feira (17) e foi descoberto durante a manhã por voluntários que trabalham no local.

A cuidadora de animais Nayana Rossoni Gomes conta que chegou no abrigo, por volta das 8 horas. Ao seguir para o local onde fica a ração dos cachorros, se deparou com o cômodo praticamente vazio. Para ela, a forma como o abrigo foi invadido ainda é um mistério.

"Quando eu cheguei o cadeado estava normal, intacto. O portão também estava normal. A gente não tem muita ideia se vieram por cima, se tentaram pular o muro. Não tem outra explicação, porque não tem outro portão", afirmou.

De acordo com a cuidadora, poucas rações ficaram no local depois do furto. O abrigo, que existe há 5 anos e pertence à ONG Animais Carentes, já ganhou doações depois do crime, mas, segundo Nayana, a quantidade não é suficiente para os cerca de 170 cachorros abrigados no local.

"O que sobrou dá para mais ou menos quatro dias. Depois que nós fizemos um apelo no Facebook, já chegaram seis sacos de ração hoje. A gente espera que chegue mais, para a gente conseguir alimentar eles durante o mês. O que antes os alimentaria talvez por uns 15 dias, agora reduziu a mais da metade. [Quem quiser doar] pode trazer diretamente para o abrigo ou pode levar para a clínica Cavet, que é nossa parceira", disse a cuidadora.

Ataques

Essa foi a terceira vez que o abrigo foi alvo de ataques somente neste mês. Na semana passada, três cães foram feridos por pedras lançadas por pessoas ainda não identificadas. Já no dia 5, um buraco foi aberto em uma parede do abrigo, durante a madrugada, mas a ação foi interrompida pelos vizinhos.

Os autores das invasões e ataques ao canil ainda não foram identificados. A cuidadora afirma que, até o momento, não desconfia de ninguém.

"A gente não recebeu reclamação, então não dá para ter uma ideia se é vizinho, se é gente de fora querendo só fazer maldade. A gente não sabe", lamentou Nayana.

A produção da TV Vitória/Record TV entrou em contato com a Prefeitura de Vila Velha, mas, até a noite desta terça-feira, não houve retorno. Já a Polícia Militar informou que o policiamento é feito rotineiramente na região e que, caso algum morador precise de atendimento, pode entrar em contato com o comandante de Barramares pelo telefone 3244-4283.