Certificação para o agroturismo beneficia produtor capixaba

Selo

O Governo Federal regulamentou lei de autoria do deputado federal Evair de Melo (PP/ES), que cria certificação para produtos alimentícios artesanais, como queijos e embutidos de origem animal (socol, carne de sol), mel, compotas e outros. O “Selo Arte” vai permitir que os produtos certificados sejam comercializados fora dos estados de origem, o que até hoje não era permitido.

Obstáculo

A limitação territorial é o grande obstáculo enfrentado por quem produz de forma artesanal, principalmente por questões sanitárias. Aqui no ES, o Idaf certifica produtos para que possam ser vendidos de uma cidade para outra – mesmo assim, são poucos os produtores certificados. Com a ampliação para todo o país, a expectativa é que esse cenário mude.

Foco na EDP

O deputado estadual Vandinho Leite (PSDB) continua com a campanha contra o que chama de “fraudes” da EDP, a principal concessionária de energia do ES. Nesta quinta (18), a vereadora de Cariacica, Ilma Siqueira (PSDB), divulgou nas redes sociais que entrou na campanha – intitulada “Todos Contra a EDP” -, a fim de promover reuniões e caminhadas no município para “garantir todos os direitos dos consumidores cariaciquenses”.

Tarifas

Vandinho bate na tecla de que não há critérios na definição das tarifas de iluminação pública cobradas pela empresa. A EDP, por sua vez, afirma que são os municípios que definem os valores. Já a prefeitura diz que a tabela da cobrança é montada a partir do cálculo feito pela EDP sobre o consumo e que “na mesma rua pode haver valores diferentes devido a diferentes níveis de consumo”. 

Rápidos no gatilho

O prefeito de Anchieta, Fabrício Petri (MDB), enviou projeto de lei à Câmara para que contratados e comissionados voltem a receber o vale alimentação no valor de R$ 300. Tão logo os projetos foram protocolados, os vereadores Beto Caliman (DEM), José Maria (PATRI) e Alexandre Assad (PRB) pediram dispensa de tramitação e emitiram pareceres para a aprovação. 

Perdas

Beto Caliman diz que os servidores “estão amargando esta perda desde 2017”. Ele argumenta que o valor pode dar um gás também no comércio local. “Queremos que o prefeito pague já neste mês de julho”. Também foi protocolado projeto que permite a aposentadoria incentivada.

Foto da coluna: Reprodução / Internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *