Secretários de Vitória de olho em verbas do Governo Federal

Com o término do Encontro Nacional de Novos Prefeitos e Prefeitas, onde a presidente da República, Dilma Rousseff, anunciou pacote de mais de R$ 66 milhões em investimentos para os novos gestores, o prefeito de Vitória, Luciano Rezende (PPS), não quer perder tempo e já está de olho para receber esses recursos em projetos da Capital. De acordo com a secretária de Gestão Estratégica do Executivo, Lenise Loureiro, a partir da próxima semana estará aberta a temporada de apresentação das propostas juntos à União para captação de verbas.

Pires na mão
Os ministros da presidente Dilma que se preparem, porque os secretários municipais já estão orientados e intimados a formalizar os pedidos de recursos junto aos ministérios, em Brasília. Os principais projetos devem ser voltados para investimentos em ações dos programas Brasil sem Miséria e obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II).

Operação Derrama
O suposto esquema de fraude em prefeituras, descoberto durante a Operação Derrama, repercutiu entre os prefeitos capixabas que participaram do encontro promovido pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP). O assunto foi um dos principais temas das rodinhas de conversas entre um cafezinho e outro. O que ninguém quis apostar foi o tempo em que os ex-prefeitos presos durante a operação vão permanecer na cadeia.

Cidade saúde
O deputado federal Carlos Mannato (PDT) tem aproveitado o recesso na Câmara para se dedicar à campanha do candidato a prefeito de Guarapari Carlos Von (PSL). O parlamentar tem gostado tanto da cidade que já teria comprado um apartamento em um dos edifícios mais valorizados do município. O imóvel estaria registrado no nome da sua esposa, Soraya Mannato.

Na disputa
Mannato decidiu que também vai entrar na disputa para ocupar um cargo na Mesa Diretora da Câmara. Ele lançou sua candidatura a suplente, função que já exerce há quatro anos. Caso seja eleito, o parlamentar capixaba terá gabinete extra e mais 11 cargos comissionados à sua disposição.

Boataria
O candidato Carlos Von (PSL) se diz vítima da onda de boataria que tomou conta de Guarapari durante sua campanha. Ele reconhece que perdeu alguns votos com os boatos que estaria sendo apoiado pelo ex-deputado José Carlos Gratz, mas está confiante de que até as eleições no próximo domingo vai convencer o eleitor de que foi alvo de intriga da oposição. É esperar para ver…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *