Hartung começa a reorganizar seu “condomínio de poder”

hartungConhecido por reunir diversas lideranças em torno do seu projeto político, o governador eleito Paulo Hartung (PMDB) já iniciou os trabalhos para agrupar novamente o “condomínio de poder”, que acabou implodindo nas últimas eleições municipais, principalmente com a disputa pela prefeitura de Vitória e, mais recente, pelo comando do Palácio Anchieta.

Após ser eleito, Hartung passou a fazer diversas visitas às instituições, entre elas, a Assembleia Legislativa, poder que sempre foi considerado subserviente às suas decisões quando era governador. Mas não são apenas os deputados estaduais que ele quer ter como aliados.

Até antigos desafetos, como o senador Magno Malta, já estão sendo reabrigados em seu tabuleiro político. Com o republicano, teve um encontro durante a semana e chegou a dizer que junto com Malta iria “sacudir o Espírito Santo”.

Por trás dessa movimentação já está em jogo um novo interesse: as eleições municipais e, consequentemente, a prefeitura de Vitória, a principal vitrine do Estado e, atualmente, comandada pelo seu ex-aliado Luciano Rezende (PPS).

Na ciranda política que Hartung comanda, não será surpresa se, em breve, Luciano também deixar as diferenças de lado e voltar ao grupo do peemedebista. Ele, inclusive, já declarou que a prefeitura está aberta para receber o governador eleito, tudo para manter os avanços econômicos e sociais para os capixabas.

Ao que tudo indica, Luciano poderá não ter mais a força de Magno Malta para se reeleger em 2016, já que o senador está cada vez mais próximo de Hartung. O governador Renato Casagrande (PSB), de quem foi um dos importantes aliados, já demonstra não ter tanta força, principalmente após ser derrotado no primeiro turno.

Cotado para a reeleição, caberá a Luciano seguir aquele velho ditado: se não pode contra o inimigo, se alie a ele. Esse não é o perfil do prefeito, que inclusive já bateu de frente com Hartung nas eleições de 2012. Mas diante de um cenário cada vez mais desfavorável, pode ser que Luciano seja “sacudido” ou “sucumbido” apelo condomínio do governador eleito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *