Disputa por cargo na prefeitura da Serra abre crise na Rede

gustavoNão é bom convidar o líder da Rede Sustentabilidade no Estado, Gustavo de Biase, e o promotor SaintClair Junior. Os dois não rezam mais na mesma cartilha e, após desavenças internas, o promotor decidiu deixar a sigla, assim como alguns companheiros. O estopim da briga foi a nomeação de De Biase para assumir a direção do Instituto de Previdência Social do município. O promotor acredita que houve uma traição e usou ironia para dar boas vindas a ele no Executivo. “Que nossos pescoços sejam uma suave escada para sua subida”. Saintclair, apesar de na época ter cargo na administração do prefeito Audifax Barcelos (PSB), apoiou o ex-prefeito Sérgio Vidigal, principal rival do socialista, para deputado federal.

Especulação
Pelas redes sociais, o promotor garantiu que o ex-deputado Vandinho Leite, cotado para deixar o PSB, estaria negociando para assumir a Secretaria de Educação. Nos bastidores, no entanto, o que se comenta é que ele estaria lançando os boatos para confundir o mercado político.

Na folia
Embora ainda não tenha aparecido no Sambão do Povo, o nome do governador Paulo Hartung (PMDB) sempre era lembrado pelo locutor dos desfiles das escolas de samba. Na última sexta-feira, ele foi representado pelo vice-governador, César Colnago (PSDB). Há expectativa de que ele vai aparecer no último dia.

Todos juntos
Um dia antes de desfilar pela escola de samba Boa Vista, o deputado federal Hélder Salomão (PT) era um dos mais animados na avenida e fazia propaganda da atual campeã do carnaval de Vitória para quem parava para cumprimentá-lo. “A escola está linda, com carros grandiosos”. Ele desfila na mesma agremiação do prefeito Geraldo Luzia, o Juninho. Mas um bem longe do outro.

Sem embromação
Com a chuva que atingiu o sambão do povo na última sexta-feira, o discurso do prefeito Luciano Rezende (PPS) na solenidade de entrega das chaves da cidade para a família real foi relâmpago. Tudo também para não atrasar os desfiles que começaram pontualmente às 22 horas.

Crise do papel
Servidores da Assembleia aproveitam o embalo da crise hídrica, defendida pelos deputados estadual, e pedem o mesmo empenho para resolver pendências antigas no Legislativo capixaba. Entre elas, a falta de papel higiênico nos banheiros do local. O objeto do desejo nos sanitários só aparece quando alguém leva de casa. É feia a crise…

Leia mais sobre o cenário político:

300x200px Blog De Olho no Poder 300x200px Blog Esplanada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *