Rede pode decretar intervenção em Vila Velha para conter crise

A crise instaurada dentro da Rede Sustentabilidade por conta das alianças costuradas em Vila Velha e Serra está longe de ter um fim. No município canela-verde, o diretório ignorou a união com o prefeito Rodney Miranda (DEM) e os candidatos vão pedir votos para o tucano Max Filho. A decisão dos rebelados, no entanto, não agradou à cúpula do partido. Internamente já se fala em punição para quem subir no palanque de Max e até em intervenção no diretório. A crise foi instalada após a direção nacional anunciar apoio à Rodney após uma articulação feita pelo partido para se aliar ao projeto de reeleição do prefeito Audifax Barcelos na Serra. Logo depois o então presidente da sigla em canela-verde, Ricardo Aguilar, se desfiliou.

Diálogo
Em seu comunicado, o secretário da Rede em Vila Velha, Maurício Gorza, diz que a decisão de apoiar Rodney foi feita de forma unilateral pela executiva estadual. Em nota, a Executiva estadual rebate a declaração e diz que a aliança com DEM em Vila Velha e Serra foi discutida internamente e aprovada pela maioria dos militantes.

Climão
Diante da troca de farpas, a conclusão que se chega é de que não é bom convidar o líder da Rede, Gustavo de Biase, e o secretário Maurício Gorza para o mesmo evento para evitar constrangimentos.

Em campanha
Apesar de ser alvo de uma investigação do Ministério Público por desvio de dinheiro público, o deputado estadual Almir Vieira (PRP) e candidato a prefeito de Anchieta diz que está confiante que a denúncia não irá afetar seus planos de chegar ao Executivo do município. Atribuiu a acusação à perseguição política, mas que o eleitor de Anchieta vai saber que tudo não passou de uma manobra para lhe tirar da disputa.

Desvalorização
A declaração de bens dos candidatos tem deixado o mercado imobiliário em polvorosa. Uma rápida consulta na prestação de contas informadas ao TSE é possível ver candidato informando que tem apartamento em Jardim da Penha, área nobre de Vitória, por R$ 100 mil. “Nem kitnet por esse valor se encontra no bairro”, diz um colaborador da Coluna.

Currículo
Antes de ser subsecretário de Saúde do Estado e também antes de ser preso suspeito de fraude na compra de repelentes, José Hermínio Vieira foi servidor da prefeitura de Vila Velha. Ele foi assessor especial de Controle da secretaria de Governo em 2013 e era um dos responsáveis por licitações no município.

Leia mais sobre o cenário político:

300x200px Blog Esplanada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *