Secretários de Hartung confirmam apoio à candidatura de Amaro Neto

Depois de receber apoio do secretário da Casa Civil, José Carlos da Fonseca Júnior, o deputado estadual Amaro Neto (SD) ganhou mais um reforço rumo à prefeitura de Vitória. Desta vez foi do secretário Octaciano Neto, anunciado nesta terça-feira nas redes sociais. Quem perde com a parceria, divulgada nas redes sociais, é o deputado federal Lelo Coimbra (PMDB), que propagava ter o apoio de Octaciano. Nos bastidores, o que se comenta é que a mudança de planos aconteceu por causa das articulações feitas no município de Vila Velha. Octaciano defendia aliança do PMDB com o candidato Neucimar Fraga (PSD), de quem já foi secretário de Desenvolvimento e é um dos principais aliados. Como a aliança não foi concretizada, ele ficou livre para recusar subir no palanque de Lelo. Outra leitura que se faz nos bastidores é que embora o governador Paulo Hartung (PMDB) negue suas digitais na chapa de Amaro, dois dos seus principais secretários entraram de cabeça na chapa do deputado-apresentador. Inclusive o de Agricultura, pasta estratégica e considerada um verdadeiro trampolim político.

Voo desviado
É cada vez mais evidente a participação de Luiz Paulo Vellozo Lucas (PSDB) na campanha do prefeito Luciano Rezende (PPS). Na manhã desta terça-feira, por exemplo, Tyago Hoffman (coordenador de programa de governo) e Sérgio Sá (vice) conversavam animadamente com Idivarcy Martins, considerado um dos principais articuladores do tucano no meio político. O encontro aconteceu um uma padaria em Bento Ferreira.

Tumulto
Após sete minutos de iniciada, a sessão na Assembleia Legislativa já não registrava quórum para as votações. Um princípio de tumulto ocorreu no plenário, já que o líder do Governo, Gildevan Fernandes (PMDB), insistia em tentar iniciar a votação. “O deputado Gildevan está tentando fazer uma arruaça dentro do plenário”, disse Janete de Sá.

Festa no plenário
A sessão na Assembleia foi suspensa nesta terça-feira para uma sessão especial para comemorar a homologação dos 11,98% dos servidores da Casa. Os funcionários ocuparam o plenário para participar do encontro e o que não faltaram foram agradecimentos aos parlamentares envolvidos para solucionar o impasse. O servidor Zé Precão, um dos principais representantes da luta, morto no início do ano, foi bastante lembrado na reunião. Com o pagamento, a famosa marcha fúnebre que foi bastante tocada no Legislativo como forma de protesto morreu.

Recuo
Em meio à pressão, os vereadores de Domingos Martins, região serrana do Espírito Santo, decidiram recuar e desistiram de aumentar os próprios salários, o do prefeito e secretários municipais. Com a decisão, os subsídios continuam congelados.

Repercussão
Nos bastidores políticos, há quem aposte que o secretário de Segurança, André Garcia estaria de olho em uma vaga na Câmara Federal em 2018. Suas aparições em ações da Polícia Militar, no último final de semana, já seriam uma das táticas para deixá-lo mais perto da população.

Leia mais sobre o cenário político:

300x200px Blog Esplanada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *