Apoio: Hartung recebe deputados e empresários no pós-lista

A segunda-feira (17) começou com um café da manhã entre Paulo Hartung e cerca de 20 deputados estaduais. Embora todos os parlamentares tenham sido convidados, após o encontro, o Palácio Anchieta ainda terá que administrar a animosidade causada por um terço do parlamento, que não está nada satisfeito com o jeito “Hartung” de conduzir conflitos.

Reunião e apoio
Empresários, membros da ONG Espírito Santo em Ação e do Fórum de Entidades e Federações (FEF) participaram na tarde desta segunda-feira (17) de uma reunião com o governador Paulo Hartung, no Palácio Anchieta. Um dos objetivos do grupo no encontro foi declarar apoio ao governador com relação as denúncias do suposto repasse ilegal de recursos para Hartung, divulgado na semana passada pelo ministro do STF Edson Fachin.

Amarrações
A semana vai começar muito movimentada em Brasília, mas, a bancada federal capixaba só deve ir para lá nesta terça-feira (18). Praticamente todos os parlamentares estão reunidos com suas bases para definir os rumos após a divulgação da lista de Fachin. Nessa segunda (17), deputados federais e senadores foram vistos chegando ou saindo de reuniões, que devem dar o tom dos discursos para a semana que começa.

Cobrança
Mesmo após o café na Palácio, deputados ainda dispararam contra o governo, durante a sessão desta segunda (17), na Assembleia Legislativa (Ales). Euclerio Sampaio (PDT) voltou a questionar o motivo de tanto empenho para barrar a instalação da CPI da Cesan.

Futuro líder
Enquanto isso, o deputado Marcelo Santos, que vislumbra a liderança do governo, fez questão de destacar que ainda não se pode acusar ninguém, uma vez que tudo ainda se baseia em delações, e que nem mesmo se sabe se os citados serão investigados. Gildevan Fernandes, atual líder do governo, ficou calado.

Anistia
O deputado Josias Da Vitória está com sorriso de orelha a orelha, comemorando a anistia de 280 policiais militares suspeitos de envolvimento com a paralisação realizada em fevereiro. O que alivia Da Vitória, é o fato de os PMs ficarem livres de expulsão, embora possam pegar a pena máxima de 30 dias de prisão.

Calendário
Agora é lei. O Espírito Santo terá mais data comemorativa em seu calendário oficial. Todo dia 14 de maio será comemorado o Dia Estadual das Religiões dos Povos Tradicionais de Matriz Africana. Não se trata de feriado, mas, apenas uma data simbólica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *