Bancada federal capixaba vota em peso na sessão da denúncia contra Temer

A votação do relatório do deputado tucano de Minas Gerais, Paulo Abi-Ackel, que pedia a rejeição da denúncia contra o presidente Michel Temer terminou com o arquivamento do processo. A bancada federal capixaba participou na sua totalidade. Dos 10 deputados, apenas dois votaram pela rejeição da denúncia. Lelo Coimbra, presidente do PMDB capixaba e Marcus Vicente, líder do PP no Es justificaram os votos alegando a manutenção da retomada do crescimento econômico e a aprovação das Reformas Trabalhista e Previdenciária.

Os destaques do contra Temer
Entre os deputados contrários, Norma Ayub (DEM) se destacou pela rapidez do voto. A parlamentar disse “Não’ e logo se retirou do microfone de votação, ao centro do plenário. O voto mais enérgico partiu, claro dos petistas Helder Salomão e Gilvaldo Vieira, que reforçaram o discurso do “golpe” e pediram eleições diretas.

Rodrigo diplomático I
Em conversa exclusiva à Coluna, o líder do governo na Assembleia Legislativa (Ales), deputado Rodrigo Coelho (PDT) falou a condução das matérias do Executivo na Casa e os conflitos com os colegas de partido. Rodrigo explicou que tem sido fácil lidar com a oposição, uma vez que seu papel é apenas o de facilitar a condução dos textos do governo, facilitando a compreensão por parte dos colegas de plenário, antecipando, por exemplo, notas técnicas que esclareçam dúvidas, o que facilita os trabalhos na hora da votação.

Rodrigo diplomático II
Sobre os conflitos com os colegas de partido, Rodrigo Coelho reforçou que respeita a divergência de pensamento, mas, que segue a orientação da sigla e trata as diferenças com muita tranquilidade. O parlamentar ainda destacou que na hora de votar é coerente e sempre atua de acordo com sua consciência, deixando a vontade popular sempre em primeiro lugar.

A novela dos 11,98% na Ales
O deputado estadual José Esmeraldo (PMDB) disse, nessa terça (02), no plenário da Ales, que está do lado dos servidores da Casa e que tem acompanhado de perto a tramitação do processo dos 11,98%, que acaba com uma briga judicial de muitos anos. “O avanço até aqui foi a determinação de pagamento de 51 precatórios já autorizados. Acredito que os demais servidores que têm direito ao benefício garantido por lei vão receber o que lhes é devido em breve. Infelizmente, a velocidade da tramitação do processo frustrou algumas expectativas quanto a velocidade dos pagamentos. Nesta quarta-feira voltei a defender o pagamento dos 11,98% comparando essa novela à duplicação da BR 101, que nunca sai do papel”, declarou Esmeraldo.

Lúcia quer voltar
A ex-deputada estadual Lúcia Dornellas está se movimento para voltar à Assembleia Legislativa (ALES) em 2018. Ela anda se reunindo com os vereadores e lideranças de Cariacica e intensificou as agendas na cidade que a elegeu deputada. Lúcia tem sido vista circulando na companhia do presidente da Câmara Municipal que é próximo do atual prefeito Juninho.

Estreitando laços
O prefeito de Cariacica, Juninho segue estreitando os laços com o Partido Verde. Nessa terça-feira (01) o chefe do Executivo Municipal recebeu o presidente do PV de Cariacica, Eduardo Meirelles, além dos vereadores da mesma sigla, professor Elinho e César Lucas. Segundo o prefeito, foram discutidas políticas públicas para crescimento da cidade e como o partido será importante neste momento.

Vandinho feliz da vida
As aulas inaugurais do projeto Oportunidades, sob a batuta do secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, Vandinho Leite são concorridíssimas. Nessa terça-feira (01), no bairro Padre Gabriel, em Cariacica, não foi diferente. Evento lotado e com a presença de várias lideranças políticas, entre elas, o deputado estadual Sandro Locutor (PPS). Vandinho é só sorrisos. Apostou na qualificação para o empreendedorismo, já que o mercado não consegue absorver, nesse momento, nem mesmo os profissionais mais bem qualificados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *