Castelo vai às urnas outra vez

Nova eleição

Os mais de 28 mil eleitores do simpático município de Castelo – terra do governador Renato Casagrande (PSB) – vão voltar às urnas neste domingo (27), para eleger um novo prefeito e um novo vice-prefeito. É a última etapa do processo que teve início com a cassação do mandato do prefeito eleito em 2016, Luiz Carlos Piassi (MDB).

Caso

Piassi tinha uma condenação pelo Tribunal de Contas em 2013, foi tornado inelegível por oito anos, mas obteve liminar, concorreu, venceu e se manteve no cargo com recursos à Justiça, mas em 8 de agosto deste ano o TSE deu a sentença definitiva. Piassi já afirmou anteriormente que não iria recorrer, e diz que foi condenado por causa de R$ 846.

Candidaturas

O clima em Castelo é quente. Há quatro candidaturas colocadas: Domingos Fracaroli (PSDB), Janete Valani (PT), João Paulo Nali (PTB) e Tenente Sousa (PATRI). Janete concorre por força de recurso, pois inicialmente teve a candidatura indeferida. Márcio Lemos (PHS) também tentou concorrer, mas o TSE indeferiu.

Eleição 

O TRE do ES preparou 126 urnas, em 27 locais de votação, com 504 mesários convocados pela 3ª zona eleitoral para acompanhar todo o pleito. Quem tiver mais voto leva – descontados brancos e nulos, já que, em municípios com menos de 200 mil eleitores, não existe a exigência de que o vencedor obtenha a maioria absoluta dos votos válidos (50% mais um). E não há segundo turno.

Fórum 

Os deputados estaduais Danilo Bahiense (PSL), presidente da Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa, e Coronel Quintino (PSL), vice-presidente, estiveram em Venda Nova do Imigrante, na região serrana capixaba, com o que chamam de “fórum permanente” de debate sobre a criminalidade. 

Perfil

Segundo os parlamentares, a bela região, conhecida como a “Europa Capixaba”, tem menores taxas de homicídios na comparação com o restante do Espírito Santo. Mas o que preocupa é a violência doméstica, motivada principalmente por agressões contra mulheres, seguida de roubos e furtos e da violência no trânsito.

Reforço

O Governo do Estado abriu processo seletivo para reforçar a área da Saúde. São 476 vagas para médicos, enfermeiros e cirurgiões-dentistas, com foco na ponta do problema: a atenção básica. As inscrições vão até a próxima quarta (30).

Concorrentes

O PSB de Guarapari resolveu por um fim às especulações sobre a possibilidade da sigla do governador Renato Casagrande apoiar a candidatura à reeleição do prefeito Edson Magalhães (PSDB). O presidente do diretório municipal, Leandro Inácio, rechaça a ideia e afirma que o partido já tem um nome para concorrer à prefeitura. 

Concorrentes II

É o subsecretário de Turismo, Gedson Merizio, que foi o vereador mais votado da Cidade Saúde em 2012, com quase 2 mil votos, mas não conseguiu se eleger deputado estadual em 2018. Uma aproximação do PSB com o prefeito tucano marcaria o afastamento de Edson Magalhães de Paulo Hartung, inimigo figadal de Casagrande.

Foto da coluna: Wickipedia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *