Impasse entre Marcelo Santos e PDT vai para o TSE

Por ora, o diretório regional do PDT, que pediu a perda do cargo do deputado estadual na Assembleia Legislativa, vai sair de cena. É a executiva nacional do partido quem vai protocolar recurso no Tribunal Superior Eleitoral. “Será por conta da expertise adquirida. A nacional tem um aparato maior de assessoria jurídica”, explicou uma liderança regional do PDT.

Intranquilidade

Segundo opinou o advogado eleitoral Alexandre Zamprogno, o recurso tende a trazer instabilidade à pré-candidatura de Marcelo Santos. “O TSE pode reverter a decisão durante a campanha. Ele passa a não ter tranquilidade, já que não será um candidato completamente livre como os demais”.

Nova data

Mas, o advogado pontuou que existem algumas incertezas diante a possível mudança na data das eleições. “Se a data da eleição for adiada, o tempo de filiação de seis meses antes do pleito também vai mudar? Vai mexer em todo o calendário eleitoral ou só muda o que ainda não venceu? É um ano de instabilidade”.

Impeachment

O senador capixaba Fabiano Contarato (Rede) pediu o impeachment do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, General Heleno. Segundo o senador “é inadmissível um ministro de Estado intimidar um ministro do STF. Ele cometeu crime de responsabilidade”. Nesta sexta-feira General Heleno escreveu uma “Nota à Nação Brasileira” em que fala de “consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional” em eventual apreensão do celular do Presidente.

Desserviço

Xingamentos, ameaças, descompostura, inadequação…faltam adjetivos para classificar a reunião ministeral do dia 22 de abril, no Planalto, escancarada para o País nessa sexta-feira.

Homenagem

Hoje a capital do Espírito Santo é transferida, simbolicamente, para a sede do Município de Vila Velha, em homenagem ao aniversário da Colonização do Solo Espírito-santense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *