Ferraço sugeriu mudança no comando do DEM 

Segundo o deputado Theodorico Ferraço (DEM)partiu dele a sugestão de mudar o comando estadual do DEM“Com a saída da presidência do partido, Norma poderá se dedicar a pré-candidatura, em Marataízes. Saiu, mas pode voltar a hora que quiser. Agora, o presidente é o Diego, jovem que está mostrando muita inteligência”, explicou Ferraço. Diego Libardi é pré-candidato a prefeito de Cachoeiro de Itapemirim”.  

DEM 

Em Cariacica, o partido aposta no deputado estadual Euclério Sampaio. Na Serra, deve caminhar com Bruno Lamas (PSB) e em Viana o apoio será a Cabo Max (PP). “Teremos candidatos em vários municípios do interior, como São Mateus, Aracruz, Colatina, São Gabriel da Palha, São Francisco. Onde não tiver candidato, o partido entra com apoio”, reforçou o deputado.   

Tramitação  

Os deputados estaduais não aprovaram urgência para a tramitação do projeto de lei que estabelece condições para a reabertura das escolas no Estado. Com isso, o projeto do deputado Sergio Majeski (PSB), seguirá tramitação normal. O deputado reagiu. “Esse projeto sem ser no regime de urgência perde completamente o sentido”.  

Volta às aulas 

A Câmara Central de Graduação da Ufes aprovou, nessa segunda-feira, proposta que recomenda a criação de um período letivo especial na Ufes. O documento prevê a adoção do ensino remoto temporário emergencial, com início em 1º de setembro e duração de 15 semanas. A proposta de resolução será encaminhada ao Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe).  

Sisu 

Por conta do semestre letivo especial para reorganizar as atividades, os estudantes aprovados no processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) de 2020/2 ingressarão na Ufes no primeiro semestre letivo de 2021. 

 Fake news  

O pré-candidato a prefeito de Vila Velha, Arnaldinho Borgo, afirmou estar sendo virtualmente atacado por fotos antigas retiradas ao lado de figuras políticas do município e do Estado alegando que tem apoio dessas figuras. “Foi justamente no momento em que lançamos o Movimento Vila Velha 500 anos, para dialogar com os vila-velhenses, que tentam nos rotular. Não vão conseguir”. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *