Projeto para escolas de tempo integral em Vitória

Deputado estadual Fabrício Gandini

A equipe do deputado Fabrício Gandini (Cidadania), pré-candidato à Prefeitura de Vitória com apoio do prefeito Luciano Rezende, do mesmo partido, já trabalha em um projeto para aumentar a quantidade de alunos do ensino fundamental em escolas de tempo integral. A ideia é firmar uma parceria com o movimento Espírito Santo em Ação, que desenvolveu uma tecnologia que consegue identificar quais são as melhores escolas (com melhor perfil) para se tornarem integrais. O foco maior são as áreas mais vulneráveis da cidade. Assim, o impacto também acontece na política de Segurança Pública.

Tchau, PSL

O TRE-ES decidiu de forma favorável ao pedido de justa causa do deputado estadual Danilo Bahiense para deixar o PSLA decisão foi por unanimidade, nessa quarta-feira. Uma meia vitória importante para o deputado, que estava pra lá de insatisfeito com o partido. Vitória mesmo seria ele conseguir voltar para o páreo da disputa eleitoral.  

Mas.. 

O Tribunal declarou improcedente o pedido para filiação a outro partido de forma retroativa ao mês de abril, minando, assim, qualquer possibilidade de Bahiense participar das eleições deste ano. O presidente do PSL no Estado, Alexandre Quintino, informou que o partido vai decidir, ainda nesta semana, se recorrer da decisão do TRE-ES.  

Novo partido 

Ao deixar o ex-partido do presidente da República, o parlamentar reforçou que manterá suas ações de mandato vinculadas à direita, com o apoio ao governo Jair Bolsonaro. Theodorico Ferraço, do DEM, partido de centro-direitajá pescou a oportunidade e disse que as portas do partido estão abertas para Bahiense. 

Sessões presenciais 

As atividades presenciais retornam nesta quinta-feira, na Câmara Municipal de Vitória. O acesso às dependências físicas do plenário da Câmara ficará restrito aos vereadores e um servidor de cada setor imprescindível para a realização da sessão. O limite é de 25 pessoas.  

Segue a polêmica 

De um lado a prefeitura de Vitória decreta o tombamento do Centro Cultura Carmélia como patrimônio da cidade. De outro o governador declarque o Centro Cultural Carmélia é um patrimônio de todos nós capixabas e assim continuará sendo no momento em que a União transferir o patrimônio para o EstadoNão é que o patinho feio virou o queridinho dos governantes..?!? 

Decisão 

Mas, parece que o impasse está chegando ao fim. O governo federal anunciou, nessa quarta-feira, a cessão do teatro ao governo do Estado. Ainda informou a alienação de parte do galpão do IBC, em Jardim da Penha, para a instalação de um polo tecnológico do Ifes. As informações foram divulgadas pelo secretário de Coordenação e Governança do Patrimônio da União, Fernando Bispo, durante uma reunião virtual organizada pela senadora Rose de Freitas (Podemos).  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *