Caso de desfiliação de Bahiense segue no TRE-ES

A insatisfação do deputado estadual Danilo Bahiense (PSL) no partido foi parar no TRE-ES. Ele alega justa causa para deixar o PSL sem colocar em risco o mandato na Assembleia Legislativa. Na sessão de ontem do Tribunal, o processo foi adiado e deve retornar à pauta nesta quarta. A insatisfação do deputado cresceu nos últimos meses quando o partido fechou as portas para sua pré-candidatura à prefeitura de Vila Velha.  O partido disse que não vai se manifestar por enquanto 

Só elogios 

O humor de José Esmeraldo (MDB) durante eventos virtuais do governo do Estado já é conhecido. Nessa segunda-feira, sobrou pra Audifax Barcelos (Rede). “Eu não estou vendo o Audifax na tela. Eu não sei se ele sentiu que eu ia falar e pulou fora. Mas eu vou falar bem de você Audifax”. Audifax soltou um “ aqui Zé”. 

Nomes da Serra  

Além de Audifax, também participaram Sérgio Vidigal (PDT), Bruno Lamas (PSB) e Xambinho (PL). Os três devem se enfrentar nas urnas, em novembro.  

Vale-transporte  

Tramita no Senado Federal projeto de lei que permite o uso de vale-transporte para pagar despesas com aplicativos, como os de transporte. A proposta é da senadora Rose de Freitas (Podemos) e tem o objetivo de evitar aglomerações nos transportes coletivos. 

Whatsapp da Penha 

Já está valendo a norma que autoriza a criação do serviço permanente para receber denúncias de violência doméstica e familiar via aplicativo de conversas, denominado “Whatsapp da Penha”. A proposta é do deputado estadual Euclério Sampaio.  

Prestação de Contas 

O Tribunal de Contas do Estado do Estado aprovou com ressalvas as Prestações de Contas Anuais (PCAs) das prefeituras municipais de Iconha e Santa Teresa, referente a 2018. Sobre o Iconha, foi identificada “a abertura de crédito adicional suplementar indicando como fonte superávit financeiro e excesso de arrecadação insuficientes”, segundo o TC-ES. Em relação a Santa Teresa, as irregularidades apontadas são “abertura de créditos suplementares em montante superior ao limite estabelecido na Lei Orçamentária Anual e inconsistência na movimentação financeira dos valores recebidos a título de compensação financeira pela exploração de petróleo e gás natural”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *