Dr. Hércules: “O momento é de calar”

Durante sessão na Ales, nessa segunda-feira, o Dr. Hércules falou sobre a desistência de concorrer à prefeitura de Vila Velha. Ou melhor, não falou. “Eu renunciei a pedido de várias entidades sem fins lucrativos, do terceiro setor, que pediram que eu continuasse na Assembleia pra fazer o trabalho que tenho feito esse tempo todo. O momento é de calar. Vou responder na hora própria. Tem muita resposta mesmo”, disse.

Por outro lado..

Os deputados candidatos da Casa têm tido muito o que falar durante as sessões. Bruno Lamas (PSB) cobrou do governo estadual um cerco eletrônico para o município da Serra. Já o deputado Capitão Assumção (Patriota) se irritou com a decisão judicial que o proíbe de usar farda durante a campanha. Ele acusou a Justiça capixaba de ter copiado uma decisão do Judiciário do Rio Grande do Sul, e de ter mantido o termo “Brigada Militar” ao se referir às forças de segurança do Estado. “Lá é Brigada, aqui é Polícia Militar do Espírito Santo”, corrigiu.

Falando em militares

A Grande Vitória concentra o maior número de candidatos militares: 12. Destes, três são de Cariacica, sendo um deles Dr. Motta. O candidato do DC é médico, tenente do Exército brasileiro. Já atuou na segurança de eventos esportivos, como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

Programa Moeda Local

O candidato à Prefeitura de Vitória Fabrício Gandini (Cidadania) quer unificar todos os programas sociais de investimento direto da prefeitura no “Moeda Local”. Será um programa de renda básica de Vitória, por meio do qual as famílias cadastradas receberão um auxílio em moeda exclusiva para compras dentro da cidade de Vitória.

Apoio

O deputado federal pelo Partido Novo do Rio Grande Sul, Marcelo van Hatten, esteve em Vitória e Vila Velha nessa segunda-feira em apoio aos candidatos a prefeito das duas cidades, coronel Nylton Rodrigues e Dalton Morais.

Campanha x pandemia

Desde o dia 27 de setembro, a propaganda eleitoral foi liberada em todo o país. Desta vez, devido a pandemia do novo coronavírus, era de se esperar comportamento diferente de candidatos a prefeito e vereador. Uso de máscara, distanciamento social e evitar aglomerações deveriam ser os norteadores dos candidatos, servindo de exemplo para os eleitores.

Desleixo

Mas ao que parece, tem muito candidato despreocupado com a pandemia. Nas redes sociais de diversos candidatos ao Executivo Municipal e a Câmara de Vereadores da Grande Vitória, o que se vê são diversas postagens de visitas a bairros, feiras, caminhadas no calçadão e outros eventos sem o uso, por exemplo, da máscara. Até mesmo pose para foto de candidatos abraçado com diversas pessoas voltou a ser senso comum.

Prevenção

Vale reforçar que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lançou recentemente o Plano de Segurança Sanitária, com divulgação dos protocolos, das medidas e das recomendações elaborados pela Consultoria Sanitária do órgão para a realização das eleições municipais no contexto da pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *