“Sou pró-cloroquina, pró-ivermectina e pró-vacina”

A deputada federal Soraya Manato (PSL) fez um desabafo nas redes sociais. Ela criticou uma reportagem publicada em veículo nacional que levanta suposta postura negacionista da parlamentar em relação a vacina contra a covid-19. “Não condiz com o que eu penso. Eu sou pró-cloroquina, que já usei, pró-ivermectina, que uso regularmente e sou pró qualquer vacina. Eu sou uma defensora de vacina”, afirmou.

Área da saúde

A parlamentar, que também é médica, disse que trabalha às segundas e sextas-feiras em um hospital particular da Serra, e que já tomou as duas  doses da vacina. A primeira, ainda em janeiro e a segunda, ontem. “Atendo paciente eletivo, de pronto-socorro e internado, e muitos contaminados com o vírus. Estou no grupo de frente de combate ao coronavírus, portanto, tomei a vacina”, explicou. Soraya faz parte da ala bolsonarista do PSL e defende o uso de cloroquina e ivermectiva no tratamento da covid-19, ainda que não tenham a eficácia comprovada.

Urgência

Os deputados estaduais aprovaram regime de urgência para matéria que prevê multa para quem furar a fila da vacinação contra a covid-19 no Estado. A urgência também foi aprovada para proposta que busca garantir a concessão de dispositivos eletrônicos conhecidos como “tags” para os veículos da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus).

Serra do Tigre

O novo marco regulatório das ferrovias, enviado pelo governo federal ao Senado, não contempla o projeto ferroviário conhecido como Contorno da Serra do Tigre na renovação da concessão da Ferrovia Centro Atlântica (FCA). Renato Casagrande (PSB), acompanhado de senadores capixabas e dos governadores de Goiás e Minas Gerais, terá a missão de convencer Rodrigo Pacheco (DEM) a entrar na briga pela reivindicação.

Serra do Tigre II

O Corredor prevê a ligação dos portos da Região Metropolitana de Vitória aos estados de Goiás e Minas Gerais. Melhorias na malha irão ampliar a velocidade de transporte de cargas para o Estado. “Queremos nossa inclusão nesse projeto nacional”, ressaltou a senadora Rose de Freitas.

Quem vai pagar essa conta….

Felipe Rigoni (PSB) sobre a intervenção de Bolsonaro na Petrobrás. “O liberalismo não pode conviver com o autoritarismo. A intervenção de Bolsonaro na Petrobras causa insegurança e prejuízos bilionários. Não há solução simples para problemas complexos. O congelamento artificial de preços hoje empurra a conta para o colo dos brasileiros amanhã”, opinou.

Vai entender

O governo federal mostra tamanha incapacidade e descaso na compra de imunizantes contra a covid-19. Ao mesmo tempo, não abre mão de centralizar a compra e distribuição das doses. Proposta do Fórum dos Governadores: estados adquirem doses, repassam ao Ministério da Saúde, e, por sua vez, o governo federal distribui os imunizantes aos Estados. E a ideia é acelerar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *