Cid pode escolher Educação, ou o que ele quiser

O governador do Ceará, Cid Gomes (PROS), está em alta cota com a presidente Dilma. Ela o recebeu na terça-feira (4) e ofereceu a Cid o Ministério da Educação. Ou a pasta que ele escolher. O movimento político de Dilma tem motivações puramente eleitorais. Cid derrotou Eunício Oliveira (PMDB), favorito ao governo, e emplacou Camilo Santana (PT). O Estado é um dos colégios eleitorais mais importantes do Nordeste. Dilma quer conquistar a bancada do recém-nascido PROS, que paquerou a oposição.

O PROS terá 15 deputados e um senador. O partido nasceu da articulação do deputado Givaldo Carimbão (AL), ex-PSB, com as bênçãos dos irmãos Cid e Ciro Gomes.

Com o potencial eleitoral do PROS e o domínio do Ceará, os irmãos saíram lucrando. Se Cid não quiser ministério, uma pasta vai para Ciro.
Quem saiu perdendo no PT, mesmo com a vitória de Camilo, foi a ex-prefeita de Fortaleza Luizianne Lins. De grupo interno rival, ela ficou praticamente neutra.

Companheirada usou FAB para o voo da vitória
A ‘companheirada’ lotou um jatinho da FAB a serviço do PT – e não do governo, como determina a lei – no domingo da eleição do segundo turno. Foi o Voo da Vitória, numa farra a bordo, para levar de volta a Brasília um grupo que foi a São Paulo votar. Segundo registros da FAB, foram 50 no avião, entre passageiros e tripulação (dois pilotos e um ajudante), num modelo C99. Já a lista oficial do Ministério da Justiça, passada à Coluna, contou com 26 passageiros, entre ministros e assessores. Todos informaram que a viagem, com ministros petistas e assessores a bordo, foi ‘a serviço’.

Uma turma de sete pastas estava a bordo com ministros num voo compartilhado no domingo (26), que decolou às 15h do Aeroporto de Congonhas, em SP, para Brasília.

Os ministros: Cardozo (Justiça), Aldo (Esporte), Miriam (Planejamento), Mercadante (Casa Civil), Berzoini (Articulação), Chioro (Saúde) e Eleonora Menicucci (Mulheres).

Os outros 19 passageiros eram assessores de volta para casa no DF, a grande maioria do reduto eleitoral dos ministros – São Paulo. Ou seja, foram votar, nada a ‘serviço’.

Na segunda, às 13h35, voo decolou com sete caroneiros da ministra Ideli (Direitos Humanos) de Brasília para Florianópolis. Foram à capital para a festa de Dilma.

Frevo pré-eleitoral
Mais um pouco da já eletrizante pré-disputa para a prefeitura do Recife, que já rola nas rodinhas da capital: Isabela de Roldão (PDT) se coloca no páreo. O PSDB terá disputa interna entre Daniel Coelho e o deputado federal Bruno Araújo. E o DEM pode lançar o ex-governador Mendonça Filho ou a estadual Priscilla Krause.
Recado de Janot

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ordenou à assessoria parlamentar que visite líderes da base e oposição no Congresso para que votem contra a MP 657, a que beneficia os delegados federais e aumenta o poder da categoria nos inquéritos policiais.

Os delegados ficaram furiosos e partiram para o contra-ataque nos salões verde e azul. É mais um capítulo da briga entre promotores e delegados pelo poder sobre inquéritos. A assessoria de Janot nega que ele tenha ligado para os líderes, mas informa que a assessoria parlamentar tem liberdade para atuar pelos benefícios à classe.

Os Trouxinhas
Agentes da PF que prenderam ontem os executivos das empreiteiras surpreenderam-se com a previsibilidade dos alvos. Alguns deles tinham mala pronta para a ocasião.

Com a limpa na prefeitura de Florianópolis e a nova fase da Lava Jato deflagrada ontem, faltam 198 operações. O diretor da PF contou à Coluna 200 em andamento.

Arrumação
Em Pernambuco, Paulo Câmara deve convidar três deputados federais para secretários. Assim, resolve a vida dos suplentes Augusto Coutinho (DEM), Cadoca (PCdoB) e Fernando Monteiro (PP), que já desfila como ‘deputado’ por Brasília.

Quero voltar
O processo pré-eleitoral municipal também foi deflagrado em Olinda (PE). A deputada federal reeleita Luciana Santos (PCdoB) é candidatíssima para suceder o atual prefeito Renildo Calheiros, colega de partido. Ela já administrou a bela cidade.

Demanda
Luciana Santos pediu ao governador eleito Paulo Câmara (PSB) um cargo no governo para ficar mais perto dos olindenses. Aguarda resposta.

21 novos partidos!
Enquanto o Congresso discute a cláusula de barreira e fim das coligações proporcionais nas eleições, a fim de reduzir o número de partidos no Brasil, o Tribunal Superior Eleitoral registra neste momento pedidos de criação, acredite, de mais 21 legendas. Entre elas, a Ação Libertadora Nacional (eu, hein!) e o Partido Pirata do Brasil!

Pérolas nacionais
As novas legendas têm as devidas assinaturas recolhidas, por determinação do tribunal, e o registro em cartório de Estados. Há outras pérolas como Partido da Construção Imperial, Libertários, dos Servidores Públicos e Trabalhadores da Iniciativa Privada e o Partido da Organização da Vanguarda Operacional (POVO).

REDE e novo PL
Entre as novas legendas em análise estão já a conhecida REDE, de Marina Silva, que retomou a coleta nacional de assinaturas complementares para se validar. E o Partido Liberal Brasileiro, um novo PL, que seria uma ideia oculta de Gilberto Kassab.

E$telita..
O movimento político Ocupe o Estelita, grade área central de 100 mil m² à beira mar no Recife, antigo cais, faz barulho. O Consórcio Novo Recife, formado pelas construtoras GL, Moura Dubeux e Queiroz Galvão, redesenhou o projeto não conseguiu apresentá-lo em audiência pública convocada pela Prefeitura do Recife. Decisão judicial barrou.

..E$pigõe$
Nova audiência foi remarcada para o próximo dia 27. Enquanto isso, invasores seguem ocupando o terreno pelas beiradas. As construtoras querem erguer no Estelita espigões de 40 a 45 andares, com apartamentos de luxo.

Leia mais sobre o cenário político:

300x200px Blog Bastidores 300x200px Blog De Olho no Poder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *