Camburão no plenário

Nomes de deputados estaduais do Amazonas associados a percentual de 5% foram encontrados em uma lista na mesa do governador Wilson Lima, no Amazonas. Além do atual, já público, há outros dois inquéritos em sigilo na Polícia Federal que podem levar o camburão para a porta do plenário da Assembleia Legislativa. Os políticos do Amazonas estão em estado de pânico. Nas citações anotadas à mão, em caneta, estão os nomes dos deputados Saulo Viana, Roberto Cidade, Belarmino Lins, entre outros. A PF ainda apura qual a relação da lista com os parlamentares.

Pânico
O pânico em Manaus é que estejam sendo investigados os contatos dos parlamentares com o governador, que teve seu pedido de impeachment negado pela Assembleia.

Canetadas
O que se comenta entre portas é que houve liberações de verbas, nomeações e contratação de empresas. Os dois inquéritos seguem em sigilo.

Mais uma
Mais polêmica vinda do STF. No dia 7 de setembro o então presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, devolveu o mandato a Júnior Matuto (PSB), da cidade de Paulista (PE). Agora, o novo presidente, ministro Luiz Fux, derrubou a decisão e recolocou no cargo de prefeito o seu vice Jorge Carrero (PV), que já reassumiu a sede.

Não Sabe & Ninguém
Mais uma prova de que o povo está desligado da eleição, ao contrário de anos anteriores. A Paraná Pesquisas (que tem acertado muitos cenários há anos) revelou que 48% dos ouvidos em Porto Alegre não sabem em quem votar para prefeito, na sondagem espontânea. ‘Ninguém’ alcançou 12,9%.

Embolado
Na mesma espontânea, Manuela D’ávila (PCdoB) lidera com 13,4%, seguida de Sebastião Melo com 7,6%, e do prefeito Marchezan Junior com 7,4%. Na estimulada, Manuela tem 22,6%, seguida por Melo (14,5%), Marchezan (13,2%) e Fortunati (12,6%). Enfim, o cenário está todo embolado.

Aí complica
Há anos o lobby para legalização de jogos (bingos e ou cassinos, juntos ou separados) segue na pauta do Congresso Nacional, mas de dois anos para cá o que se vê são os setores batendo cabeça, sem união, e parlamentares afoitos com projetos distintos. A falta de sintonia na jogada prejudicou, mais uma vez, o setor este ano.

Modelos
Pelo menos quatro projetos tramitam com a esperada chance de avanços no Senado e na Câmara. Sem consenso. Existe disputa por dois modelos: legalização das modalidades de jogos na ilegalidade (gera mais renda e empregos) ou somente os resorts integrados com cassinos (cria o monopólio do jogo privado para os norte-americanos).

Preju
Enquanto isso, circulam mais vezes em Brasília os lobistas ligados a Sheldon Adelson – o dono de um dos maiores grupos de cassinos do mundo, Las Vegas Sands e amigo do presidente Donald Trump. Querem legalizar somente cassinos em resorts.

Passa a água!
Moradores têm reclamado todos os dias: O parque da Tamarineira, maior espaço urbano do Recife para entretenimento e práticas esportivas, virou palco para assaltos diários. Entre 21h às 22h, os ladrões fazem a festa atrás de celulares, jóias, dinheiro. Dias atrás, sem ter o que roubar, um malandro levou a garrafinha d’água de um cidadão.

‘Insta news’
Nem tudo está perdido para a imprensa nestes tempos sombrios. Levantamento da Socialbakers aponta que os jovens têm utilizado mais o Instagram para buscar informações em postagens de notícias. O aumento foi de 74%.

ESPLANADEIRA

# Comentarista Guilherme Beraldo estreia novo programa, “Café com Beraldo”, no YouTube, às 10h45. # Authen aumenta vendas pelo e-commerce em 141%, e espera crescer 161% em outubro. # Livro “Votação eletrônica: Construindo um debate”, da jornalista Inaiê Sanchez, propõe discussão sobre sistema eleitoral. # Startups Suprevida, Medex, EuVô! e Você Bem Online integram a oferta de serviços em plataforma única. # Hospital Albert Einstein, via PROADI-SUS, vai fazer sequenciamento genético de mais de 3,5 mil pacientes para apoio ao diagnóstico de doenças raras no SUS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *