Levy evita falar de equipe e pede para se aguardar posse na segunda

Política

Levy evita falar de equipe e pede para se aguardar posse na segunda

Redação Folha Vitória

Brasília - O novo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, evitou falar em nomes para a sua equipe e antecipou que deve aguardar a cerimônia de transmissão do cargo, marcada para a segunda-feira, para tomar a iniciativa.

Ao falar rapidamente após a solenidade de transmissão de cargo no Ministério do Planejamento, de Miriam Belchior para o novo ministro da pasta, Nelson Barbosa, Levy foi logo dizendo aos repórteres: "Eu quero dar uma notícia: a não ser em situações excepcionais, eu não dou notícia nem entrevista em portaria, vocês terão mais tranquilidade".

Questionado sobre o anúncio de pacote de medidas, o ministro disse que "não trabalhamos com surpresa". E sobre corte no Orçamento, ele foi sintético: "Há um rito de programação orçamentária que todos vocês conhecem".

Ao final da entrevista, ele mais uma vez insistiu: "Eu não dou notícia em portaria de ministério". Essa prática foi adotada pelo antecessor de Levy, Guido Mantega, que costumava conceder entrevistas e anunciar medidas em portaria.