• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Novo orçamento do Estado é aprovado por unanimidade

Política

Novo orçamento do Estado é aprovado por unanimidade

A nova proposta prevê uma redução de R$ 1,3 bilhão em relação à peça apresentada pela gestão anterior. O orçamento global previsto para 2015 é de R$ 16 bilhões

Ao todo, 26 parlamentares registraram presença em plenário Foto: Divulgação/Assembleia

A nova peça orçamentária para o ano de 2015 foi aprovada, por unanimidade, pelos deputados capixabas, na manhã desta terça-feira (20). Sessões extraordinárias foram convocadas para a votação. A primeira teve início às 09 horas, e a segunda, às 10h10. 

Ao todo, 26 parlamentares compareceram à votação. No entanto, ausência de registro no painel eletrônico por parte dos parlamentares, presentes no plenário, causou discussões durante a votação.

O presidente da Casa, Theodorico Ferraço (DEM), chamou a atenção de alguns deputados, e pediu que todos se organizassem para votação, “não apenas em solidariedade ao governador Paulo Hartung, mas em solidariedade ao povo do Espírito Santo”.

Antes da votação alguns deputados também aproveitaram para declarar apoio ao atual governador. “Fazemos parte do diálogo do novo governo. O governador apresentou os estudos técnicos de sua equipe, que mostram dados bem diferentes da proposta que havia sido protocolada nessa Casa”, frisou o deputado Josias da Vitória (PDT). 

A matéria também aprovada por unanimidade na Comissão de Finanças da Casa e, nesta terça-feira, foi lida em plenário pelo deputado Euclério Sampaio (PDT). 

A peça aprovada prevê uma redução de R$ 1,3 bilhão em relação ao projeto apresentado pela gestão anterior. O orçamento global previsto para 2015 é de R$ 16 bilhões. Os ajustes propostos pelo governo foram apresentados, na tarde da última segunda-feira (19).

Mesmo com os ajustes, áreas como Saúde, Segurança e Educação tiveram aumento no aporte de recursos, se comparado com o Orçamento aprovado para o exercício de 2014. Na Saúde, o orçamento, que foi de R$ 1,9 bilhão naquele ano, passa para R$ 2,1 bilhão. Na Segurança, passa de R$ 1,2 bilhão para R$ 1,5 bilhão, enquanto na Educação o orçamento passa de R$ 1,9 bilhão para mais de R$ 2 bilhões.

O orçamento aprovado também altera o valor das emendas destinadas aos parlamentares, que passam de R$ 1.500.000,00 para R$ 1.200.000,00.

Na segunda sessão extraordinária, desta terça-feira, foi confeccionada a ata da votação. Deputados que não terão novo mandato aproveitaram para se despedir, como foi o caso de Cláudio Vereza (PT), que afirmou que nesta sessão encerrou sua carreira política.