"O PMDB tem errado muito", diz Hartung após Ferraço deixar o partido

Política

"O PMDB tem errado muito", diz Hartung após Ferraço deixar o partido

O governador do Estado, Paulo Hartung, comentou ainda a sugestão apresentada pelo senador Ricardo Ferraço para que ele também deixe o PMDB capixaba

Hartung disse que apoia a decisão do senador Ricardo Ferraço.  Foto: Divulgação/Governo

Após a divulgação de sua saída do PMDB, o senador Ricardo Ferraço (sem partido) teve o convite do PSDB oficializado pelo também senador Aécio Neves. A formalização do convite foi feita na tarde desta sexta-feira (15), horas depois do parlamentar capixaba anunciar sua saída da sigla peemedebista. O anúncio repercutiu entre as principais lideranças do PMDB no Espírito Santo. 

Em comentário nas redes sociais, o governador Paulo Hartung (PMDB) comentou a saída do senador Ricardo Ferraço da legenda. "Compreendo os motivos que o levaram a essa mudança de legenda. Por isso, sou solidário à sua decisão. O PMDB tem errado muito nos últimos tempos".

Hartung comentou ainda a sugestão dada por Ferraço de ele também deixar a legenda. "Em relação à sugestão sobre a minha desfiliação, gostaria de fazer a seguinte reflexão: as  atribuições e o tempo de decisão de quem está no parlamento são diferentes daquelas de quem está no Poder Executivo. Meu tempo agora é o de governar e enfrentar esses desafios brutais no país e no Estado. Mesmo assim, eu tenho, na medida do possível, me envolvido no cenário nacional para buscar soluções para tirar o país dessa situação delicada em que ele se encontra. Quem mais é penalizado com esse cenário de hoje é o nosso povo. O país precisa reencontrar o rumo, precisa de uma nova agenda".

Em nota, o presidente do PMDB do Espírito Santo, deputado federal Lelo Coimbra (PMDB), disse que respeitaria o posicionamento do senador Ferraço. “Respeito a decisão individual do senador Ricardo Ferraço de procurar outros caminhos partidários para a sua trajetória política”.

Convite 

Logo que soube da desfiliação, o senador mineiro Aécio Neves (PSDB) formalizou o convite ao ex-peemedebista para se filiar ao ninho tucano. A justificativa foi a identidade de posicionamentos com os tucanos. O convite de Aécio foi feito em nome do PSDB nacional e também do Espírito Santo.

"Logo que soube da oficialização da saída do senador Ricardo Ferraço do PMDB, telefonei a ele e formalizei o convite em nome de todas as principais lideranças do PSDB nacional e do Espírito Santo, e do meu próprio, para que ele possa se somar aos quadros do nosso partido, onde poderá dar sequência ao extraordinário trabalho que já vem fazendo no Senado Federal na busca do início de um novo ciclo de desenvolvimento no país”, diz um trecho da nota divulgada pelo PSDB.

O agravamento da crise política em Brasília, segundo a nota de Aécio Neves, demonstrou ao ninho tucano que Ricardo Ferraço estaria mais alinhado com a social democracia. “Ao longo dos últimos anos, o senador Ferraço vem tendo posicionamentos extremamente críticos ao governo e às condenáveis práticas que têm sido adotadas para sua manutenção no poder”, disse o senador mineiro.

No início da noite desta sexta-feira, o senador Ricardo Ferraço não deu pista sobre sua disposição em aceitar ou negar o convite do tucano. "Recebi o convite do senador Aécio com muita alegria e com muito carinho. Mas somente nos próximos dias é que sentaremos para conversar sobre o convite", resumiu o parlamentar capixaba.

O ninho tucano não é um espaço desconhecido do senador Ricardo Ferraço. Ele já pertenceu aos quadros do PSDB e saiu após desentendimentos com o atual presidente do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo, Luiz Paulo Vellozo Lucas, em 2008.