• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Deputados criticam, mas aceitam redução de emendas imposta por Casagrande

Política

Deputados criticam, mas aceitam redução de emendas imposta por Casagrande

Novo valor para cada parlamentar incluir no orçamento do Executivo é de R$ 1 1 milhão

Foto: Tati Beling/Assembleia ES

O governador Renato Casagrande (PSB) conseguiu convencer a maioria dos deputados estaduais a reduzir as emendas parlamentares no orçamento estadual em R$ 1 milhão para cada deputado.

O valor foi questionado por alguns parlamentares. O deputado estadual Marcelo Santos (PDT), que deve assumir o cargo de secretário de Esportes no governo, articulou a aprovação do novo valor.

Após a sessão extraordinária desta quarta-feira (9), deputados se reuniram com secretários do governo para debater os valores das emendas individuais para o orçamento deste ano. “A meu pedido, optamos por dar esse voto de confiança ao governador que está no início o mandato e precisamos dar esse primeiro gesto de confiabilidade. Ele acaba de nos enviar uma peça orçamentária contendo cortes. Estamos cumprindo nosso papel de cobrar diante do que havíamos discutido no ano passado e tínhamos assumido compromissos com nossas bases. Agora temos certeza que, com a melhora na receita do Estado, faremos parte da divisão deste novo resultado positivo, participando das entregas do governo”, comentou Marcelo Santos, vice-presidente da Assembleia Legislativa.

Os secretários de Estado da Casa Civil (Davi Diniz), Planejamento (Álvaro Duboc) e da Fazenda (Rogélio Pegoretti) se reuniram com quinze parlamentares na presidência do Legislativo após deputados cobrarem maiores valores para emendas individuais.

Durante a reunião, Diniz assumiu compromisso com o Poder Legislativo para manter as emendas em R$ 1 milhão. “Estamos assumindo um compromisso de executar o milhão de cada deputado, independente de reeleição e estamos pedindo esse voto de confiança. Tendo uma melhora na receita estadual, poderemos a conversar sobre o assunto com a Casa. Sozinho o governo não consegue trabalhar sem o apoio dos deputados”, garantiu.

Orçamento

O Projeto de Lei 2/2019, que estima a receita e fixa a despesa do Estado para este ano enviado pelo governador Renato Casagrande, foi lido na sessão desta quarta e deve ser votado na próxima segunda-feira (14). A nova proposta enviada à Casa por Casagrande reduziu o orçamento do Estado para 2019 de R$ 18,2 bilhões para R$ 17,7 bilhões. A matéria será analisada pela Comissão de Finanças.