Vidigal quer choque de gestão, redução de comissionados e agendamento por aplicativo

Política

Vidigal quer choque de gestão, redução de comissionados e agendamento por aplicativo

Prefeito da Serra disse que pretende acionar a Justiça caso vacinação contra o novo coronavírus no município demore a começar

Foto: Edu Kopernick

Choque de gestão, investimentos emergenciais e foco na vacina. Com esses temas, Sergio Vidigal (PDT) tomou posse na Serra nesta sexta-feira (1°). A cerimônia aconteceu na Câmara de Vereadores e foi feita de forma restrita. Em função da pandemia do novo coronavírus, só compareceram os eleitos e o rito foi todo transmitido por meio do canal da Casa no YouTube .

Uma das prioridades do prefeito será buscar a vacina o mais rápido possível. "As pessoas estão com dificuldade, o auxílio emergencial terminou em dezembro, as desigualdades aumentam e agora nosso foco precisa ser nas pessoas. Precisamos cuidar das pessoas. Por isso, quero tomar pé de como está a situação de distribuição da vacina e, se for preciso, vamos entrar na Justiça para garantir a vacinação da população", afirmou Vidigal.

Outro ponto abordado por ele foi a importância de modernizar a administração pública. O prefeito da Serra já assinou um decreto, nesta sexta mesmo, que prevê a digitalização e a modernização dos serviços da prefeitura. 

"Quando governei o município pela primeira vez demos um choque de modernização na cidade e assim transformamos a Serra. Agora quero dar um novo choque de gestão, voltada para a agilidade, para a desburocratização, para facilitar a vida do cidadão. Em 30 dias já teremos o aplicativo para agendamento online na saúde funcionando. Vamos tomar uma série de outras medidas para seguir nessa linha", afirmou o prefeito empossado.

"Estamos assumindo um mandato dentro de uma pandemia. E precisamos modernizar a gestão pelo menos para garantir o agendamento da vacinação. É um momento de parceria e união. Precisamos ter um compromisso muito grande com a proteção social”, afirmou o prefeito.

Ele também anunciou novidades para a segurança. "O meu retorno é para que a cidade possa dar um salto para o futuro. Já nos primeiros 60 dias vamos implantar o cerco eletrônico de segurança".

Neste sábado (2) Sergio Vidigal faz uma reunião com a equipe de 17 secretários e anunciará todas as medidas que pretende tomar para que a população tenha retorno imediato. Uma delas será a redução do quadro de comissionados, que deve diminuir em 30%. "O que vi na imprensa durante a campanha é que a prefeitura tem 800 comissionados. Vamos reduzir entre 200, 215 postos", afirmou.

Além de Sergio Vidigal, os 23 vereadores eleitos do município, também, tomaram posse nesta sexta-feira.

Vereadores empossados

Foto: Arte/Folha Vitória