Frente de produtores prepara marcha a Brasília

Política

Frente de produtores prepara marcha a Brasília

Redação Folha Vitória

Sorocaba - A Frente Produtiva Brasil, movimento iniciado por ruralistas do interior de São Paulo e que percorre o País para protestar contra a situação política e econômica, reuniu nesta segunda-feira, 2, cerca de 500 representantes do agronegócio, indústria, comércio e serviços em São Gabriel, no Rio Grande do Sul. De acordo com o presidente da União Democrática Ruralista (UDR), Luiz Antonio Nabhan Garcia, os encontros são preparatórios para uma manifestação que irá ocorrer em Brasília ainda no primeiro semestre de 2015.

Segundo ele, as medidas na economia anunciadas pelo governo transferem para o setor produtivo a conta dos desmandos na gestão pública. O movimento, apartidário, foi lançado no final do ano passado em Araçatuba, no oeste paulista, e realizou o segundo encontro em Presidente Prudente, também no interior do Estado. A próxima mobilização vai ocorrer em março, em Dourados (MS). A agenda prevê encontros no Paraná e Mato Grosso, antes de chegar a Brasília.

O presidente do Sindicato Rural de São Gabriel e vice-presidente da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), Tarso Teixeira, lamentou o fato de algumas federações terem sido "cooptadas" pelo governo, com a nomeação da ex-presidente da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), Kátia Abreu, para o Ministério da Agricultura. "Fizemos dela nossa representante no Senado, mas ela mudou de lado. Com isso, muitas vozes fortes contra a corrupção se calaram." Segundo Teixeira, o setor produtivo está cansado de pagar impostos para financiar a corrupção. "Quando abrirem a caixa preta do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social), o escândalo será pior que o da Petrobras", afirmou.