Levy quer cortar R$ 80 bilhões em despesas, informou Renan Calheiros

Política

Levy quer cortar R$ 80 bilhões em despesas, informou Renan Calheiros

Redação Folha Vitória

Brasília - O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse nesta terça-feira, 24, que o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, falou em um corte de despesas no valor de R$ 80 bilhões durante o jantar de segunda-feira à noite, 23, no Palácio do Jaburu, residência oficial do vice-presidente da República e presidente do PMDB, Michel Temer, do qual participaram, além da cúpula do PMDB, integrantes da equipe econômica do governo e o ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante. O comentário de Renan, feito ontem à noite, foi confirmado por ele na manhã desta terça-feira.

Em rápida entrevista no momento em que chegava ao Senado hoje, Renan confirmou o valor do corte sem, contudo, detalhar como ele será feito, se no orçamento ou em outro tipo de despesa. "O ministro falou em R$ 80 bilhões, mas nós temos muitas preocupações. Nós temos R$ 240 bilhões de restos a pagar", comentou.

Segundo relatos de peemedebistas que participaram do jantar, Joaquim Levy teria destacado a importância do contingenciamento de despesas após a aprovação do Orçamento, prevista para as próximas semanas. Ele frisou que o valor será calculado com "cuidado" e "sensibilidade", embora, segundo duas fontes relataram à reportagem, não tenha antecipado um número.