• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Eleições 2020: oposição tenta se unir para enfrentar Dr Sidiclei em Pancas

Política

Eleições 2020: oposição tenta se unir para enfrentar Dr Sidiclei em Pancas

Grupos políticos tentam chegar a nome comum para disputar prefeitura de cidade que fica a 57 quilômetros de Colatina, no Noroeste do Estado

Foto: Reprodução Facebook
Dr. Sidiclei é prefeito de pancas e ainda não disse se vai se candidatar à reeleição

Os grupos políticos de Pancas se articulam para tentar lançar apenas um pré-candidato e enfrentar o atual prefeito Dr. Sidiclei. A expectativa é que entre março e abril já exista um ou, no máximo, dois nomes de consenso entre os atores políticos da cidade, a 57 km de Colatina.

Segundo interlocutores políticos da cidade, as conversas entre os grupos de oposição já estão adiantadas e a possibilidade de escolherem um nome é real.

Além das conversas constantes existe uma ação prevista para março. É a contratação de uma pesquisa quantitativa, para análise interna, que deve nortear o grupo em ter como opção o melhor colocado para enfrentar o atual prefeito.

Para as próximas eleições já existem algumas pré- candidaturas definidas. A do prefeito Dr. Sidiclei é uma delas,  mesmo que ele ainda não tenha se lançado. Dos grupos que compõem a oposição já existem alguns articulações. O MDB trabalha o nome de Clério José da Rocha, que foi vice-prefeito de Pancas no mandato de Valter Haese. Clério atua no comércio de café.

Outro que se coloca como pré-candidato é Cláudio Egert (PSB). Claudio disputou cinco eleições para prefeito. Já teve dois mandatos como vereador e exerceu o cargo de secretário municipal.  Paulo Rodriguez disputou a última eleição para prefeito de Pancas, já atuou como presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais no município.

O vereador José Lúcio, outro nome que se posiciona como pré-candidato, faz oposição ao prefeito atual. Ele é comerciante e busca apoio das forças políticas para emplacar uma possível candidatura.

Outro ator político que se movimenta com muito diálogo é o atual presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Pancas, Reginaldo. Ele disputou as eleições como vice-prefeito junto com Claudio Egert. Está de saída do Partido dos Trabalhadores (PT) e seu destino, como tudo indica, será o Partido da Mobilização Nacional (PMN).

Outro nome que se coloca à disposição como pré- candidato é o ex-prefeito Wallace Alcure. Com dois mandatos como prefeito, mantém a articulação junto ao grupo de oposição com o objetivo de disputar as eleições.

Leonardo Breda se filou ao Partido Social Liberal (PSL) e se dispõe a ser pré- candidato a prefeito. Leonardo é empresário no ramo de café e pecuária. Em reunião junto com parceiros partidários e lideranças políticas disse que está aberto ao diálogo.

Em Pancas, como em outras cidades, a conversa entre as forças políticas deve imperar nos próximos três meses. Para a oposição o grande desafio será chegar a um denominador comum, em um nome que agregue todas as forças contrárias ao prefeito atual. Do outro lado, o prefeito Dr. Sidiclei quer pavimentar sua reeleição. Ele terá como desafio disputar as eleições tendo como oposição antigos aliados políticos.