Levy diz que há grande afinidade entre ele e Dilma

Política

Levy diz que há grande afinidade entre ele e Dilma

Redação Folha Vitória

São Paulo - O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse nesta segunda-feira, 30, após participar de um fórum empresarial em São Paulo, que existe uma grande afinidade entre ele e a presidente Dilma Rousseff. Segundo Levy, a presidente está trabalhando para endireitar o Brasil e o governo promove agendas sobre quais existe grande consenso. "Houve um pouco de mal-entendido, mas a confiança mútua é muito sólida", comentou. "Nós somos um time liderado pela presidente e estamos jogando junto", acrescentou.

Levy foi bastante questionado pelos repórteres sobre a repercussão da declaração que deu na semana passada, de que Dilma tem o desejo de endireitar o Brasil, mas nem sempre faz as coisas do jeito mais eficiente. Na entrevista coletiva de hoje, ele disse que Dilma tem sido absolutamente explícita e genuína sobre a necessidade de promover o ajuste fiscal.

Perguntado sobre o seu papel no governo, se é apenas para promover os ajustes necessários no curto prazo ou se sua permanência seria por mais tempo, Levy desconversou e disse apenas que "a orientação da economia brasileira avança através do tempo". Sobre sua relação com o Congresso, afirmou que as conversas, mesmo quando é preciso explicar diferenças, são extremamente saudáveis.