Procuradoria denuncia Cunha por recebimento de propina em contas na Suíça

Política

Procuradoria denuncia Cunha por recebimento de propina em contas na Suíça

Deputado teria atuado, segundo investigadores, para manter esquema ilícito na Petrobras e receber propina oriunda de um contrato de um campo de petróleo em Benin, na África

Redação Folha Vitória
PGR denunciou o presidente da Câmara por recebimento de propina Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Brasília, 04 - A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por recebimento de propina em contas na Suíça em valor superior a R$ 5 milhões. O parlamentar é acusado da prática dos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Cunha teria atuado, segundo investigadores, para manter esquema ilícito na Petrobras e receber propina oriunda de um contrato de um campo de petróleo em Benin, na África.

A denúncia da PGR pede a devolução dos valores bloqueados nas contas além de reparação de danos morais e materiais e perda do mandato.

Ele também é acusado de praticar crime de falsidade eleitoral, por omitir rendimentos na declaração à Justiça eleitoral.

Outros investigados no mesmo caso, como a esposa e uma das duas filhas de Cunha devem ser desmembrados, segundo pedido do PGR, e tramitar na Justiça de primeira instância. Pela PGR, só a acusação sobre Cunha deve ser mantida no STF.