Líder do PP diz que Dilma tem responsabilidade pela crise, mas não cometeu crime

Política

Líder do PP diz que Dilma tem responsabilidade pela crise, mas não cometeu crime

Redação Folha Vitória

Brasília - O líder do PP na Câmara, deputado Aguinaldo Ribeiro (PB), fez um discurso na tarde desta segunda-feira, 11, na comissão especial do impeachment em defesa da presidente Dilma Rousseff. Apesar de considerar que o governo atual representa "uma frustração", que "não foi capaz de conduzir o País a um futuro melhor" e que a petista tem responsabilidade pela crise estabelecida, Ribeiro disse que a Constituição não prevê impeachment por impopularidade, mas por crime de responsabilidade, o que Dilma não teria cometido.

Líder de uma bancada dividida sobre o impeachment, Aguinaldo manifestou sua posição pessoal e afirmou que a conduta de Dilma é "honrada e proba". "Caso venha surgir evidências, serei o primeiro a votar contra ela, mas não é o que acontece", declarou.