Lelo Coimbra articula vinda de Michel Temer ao Espírito Santo

Política

Lelo Coimbra articula vinda de Michel Temer ao Espírito Santo

Convite ao atual presidente interino da República foi feito na semana passada pelo deputado federal Lelo Coimbra, que agora espera convite formal da bancada e do governo a Temer

Deputado federal Lelo Coimbra quer vinda de Temer ao ES Foto: ​Reprodução/Web

Mal começou o governo interino de Michel Temer (PMDB), e o deputado federal Lelo Coimbra (PMDB) já articula a vinda do correligionário ao Espírito Santo. Os dois estão em diálogo constante desde as primeiras movimentações de desembarque do PMDB da base aliada da presidente da República Dilma Rousseff (PT). 

"Sempre tratamos esse assunto no sentido de que ele precisar nos dar atenção. Ele sabe do tratamento que o Estado tem tido em relação ao governo atual, das dificuldades", comentou. 

Ainda segundo Lelo, o convite foi feito na semana passada. "Transmiti ao Temer a expectativa para que, logo que possa, esteja aqui. Há uma relação muito boa com ele para isso. O convite está feito e o compromisso dele agendar e aceitar está posto", acrescentou. O deputado afirmou que agora espera a bancada capixaba e o governo fazerem o convite formalmente. 

A última vinda de Temer ao Estado aconteceu em 4 de dezembro de 2015. O então vice-presidente desembarcou em Vitória para um almoço com o governador Paulo Hartung (PMDB). O encontro aconteceu na residência oficial, na Praia da Costa, em Vila Velha.

Questionado sobre as críticas ao corpo de ministros do presidente interino, cujos sete nomes foram citados nas investigações da Operação Lava Jato, Lelo Coimbra afirmou que é compromisso de Temer a luta anticorrupção. "Eles foram citados e não indiciados. Caso sejam, eles têm de ser imediatamente afastados", sinalizou.

Lelo finalizou dizendo que concorda com a crítica de que deveria haver mulheres entre os ministros do presidente interino. "Concordo que tem que ter mulheres. O Ministério teve formato buscando maioria legislativa que acabou privilegiando um caminho. Espero que possa resgatar alguns temas", disse o deputado.

Vice-governador pede respeito ao Estado

O vice-governador do Estado, César Colnago (PSDB), disse que espera respeito de todos os dirigentes nacionais ao Espírito Santo, o que inclui o presidente interino Michel Temer. "Sentimos dificuldade grande de diálogo. O Espírito Santo contribui para o desenvolvimento do país e precisar ter a contrapartida", disse. O vice-governador citou gargalos antigos de infraestrutura do Estado, como BR-262, aeroporto e dragagem do Porto de Vitória para exemplificar a sua fala. 

Sobre o impeachment da presidente Dilma Rousseff, Colnago comentou que o processo foi resultado de uma série de fatores, que vão além das pedaladas fiscais. "Há uma crise muito grande, de falta de diálogo, e questões ligadas à paralisação da economia, como depressão econômica, aumento da inflação, da taxa de juros, falta de confiança do mercado e desemprego. Esse 'caldo' todo levou a essa crise política e econômica".