Líderes de 14 partidos pedem que decisão de Maranhão vá ao plenário amanhã

Política

Líderes de 14 partidos pedem que decisão de Maranhão vá ao plenário amanhã

Redação Folha Vitória

Brasília - Líderes de pelo menos 14 partidos da Câmara vão pedir a convocação de sessão extraordinária para votar em plenário um recurso que derruba o ato do presidente interino da Casa, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), que anulou a sessão que aprovou a admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Entre os 14 partidos, estão PTB, PRB, PPS, Solidariedade, PSB, PSC, PP, PTN, PSDB, DEM e PHS.

De acordo com o deputado Índio da Costa (PSD-RJ), os líderes dos 14 partidos já representam a maioria dos 513 deputados para pedir a convocação da sessão extraordinária. O parlamentar fluminense lembra que o colégio de líderes tem esse poder de solicitar a convocação dessa sessão. Segundo Costa, a ideia é já realizar a votação no plenário nesta terça-feira, com o recurso contra o ato de Waldir Maranhão como pauta única.

Líderes desses 14 partidos também soltaram nota em que não reconhecem a legitimidade da decisão do presidente interino da Câmara. "Trata-se de decisão absolutamente estapafúrdia, ilegal, abusiva e teratológica", dizem. Para as lideranças, o ato de Maranhão "demonstra uma tentativa vã do governo de interferir em assuntos internos do legislativo, buscando desesperadamente a anulação de um ato legítimo da Câmara".