Gildevan Fernandes deixa a liderança do Governo na Assembleia

Política

Gildevan Fernandes deixa a liderança do Governo na Assembleia

Os deputados Jamir Malini (PP), atual vice-líder do governo; Marcelo Santos (PMDB), 1° vice-presidente da Casa; e Dary Pagung (PRP) são os nomes mais cotados para assumir o cargo

Gildevan Fernandes estava no cargo desde o início do mandato, em 2015. (Foto: Divulgação/ Tonico - Assembleia)

O deputado estadual Gildevan Fernandes (PMDB) deixou nesta sexta-feira (5) a posição de líder do governo Paulo Hartung na Assembleia Legislativa. 
Gildevan ocupava o cargo na Casa desde o início do atual mandato eletivo, em 2015, período marcado também pelo começo do mandato de Hartung.

Os deputados Jamir Malini (PP), atual vice-líder do governo; Marcelo Santos (PMDB), 1° vice-presidente da Casa; e Dary Pagung (PRP) são os nomes mais cotados para assumir o cargo.

Por nota, Gildevan afirmou que não está mais no cargo desde a última terça-feira (2), quando apresentou uma carta ao governador Paulo Hartung. O deputado também se posicionou a respeito de sua saída. “Sentimento de dever cumprido. Foi sob esse argumento que me dirigi ao governador por quem mantenho respeito, admiração e lealdade. Agradeço pela confiança deferida a mim no exercício desta nobre e desafiadora função, mas entendo que este ciclo está concluído”, ressaltou.

Ainda segundo a nota, o deputado afirma que a partir de agora pretende "manter maior foco no meu mandato, nas minhas atividades parlamentares e na presidência da Comissão de Constituição e Justiça, que muito me demanda".

Divergências e desgate

Desde o fim do ano passado, o desgate entre Gildevan e os demais deputados havia aumentado consideravelmente.  Mesmo conseguindo aprovar a maioria dos projetos do executivo, Gildevan precisou lidar com algumas insatisfações junto aos seus pares no plenário.

Na última quarta-feira (3), outra amostra de que as coisas não andavam bem: o deputado não compareceu a um almoço oferecido pelo presidente da Casa, Erick Musso (PMDB) após a Sessão Ordinária, demonstrando claramente a falta de ligação dele com os demais parlamentares.

Apesar da saída do cargo, Gildevan deve continuar firme dentro da base hartunguista:  "Estou a postos para continuar contribuindo com o Espírito Santo e com a gestão do governador Paulo Hartung”, finalizou.