Lideranças do PT capixaba comentam depoimento de Lula em Curitiba

Política

Lideranças do PT capixaba comentam depoimento de Lula em Curitiba

Presidente do partido, João Coser garante que adversários consideram Lula uma grande ameaça. Já Givaldo, acompanhou e participa de ato no local

"Eu tenho a convicção que a direita brasileira trabalha para que o Lula não seja candidato", garante Coser. (Foto: Everton Nunes)

Um tratamento diferenciado a um adversário político que é considerado uma grande ameaça pelos seus adversários. Essa é a opinião de João Coser, eleito presidente estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) sobre a audiência de interrogatório do ex-presidente Lula ao juiz Sergio Moro, realizada nesta quarta-feira (10), em Curitiba.

Segundo Coser, "existe um esforço para provar o envolvimento do Lula nesses esquemas de corrupção. Nos dos outros (parlamentares envolvidos) eles investigam e encontram e no do Lula não encontram nada. Eu tenho a convicção que a direita brasileira trabalha para que o Lula não seja candidato", frisou.

A audiência do ex-presidente em Curitiba se transformou em um evento, com a presença de populares favoráveis a Operação Lava Jato e apoiadores do ex-presidente, que inclusive montaram acampamento na capital paranaense nos últimos dias. Para João Coser, tudo isso mostra a força de Lula no Brasil.

"O lula foi um líder que deu esperança de melhor qualidade de vida para todos os brasileiros. O carinho, o respeito e a sua liderança vem exatamente da sua história de vida, um homem que veio do Nordeste, que se torna um presidente reconhecido mundialmente".

Givaldo Vieira

Na capital paranaense desde o começo da manhã para acompanhar o interrogatório, o deputado federal Givaldo Vieira afirmou que o ex-presidente Lula estava bem tranquilo e sereno para o encontro com Sergio Moro.

"O ex-presidente Lula estava muito tranquilo quando desembarcou aqui em Curitiba. Ele ficou muito sensibilizado com a nossa presença aqui, era muito grande o número de deputados e senadores que vieram aqui para Curitiba e isso o surpreendeu", garantiu.

O deputado também avaliou o número de apoiadores de Lula no local. Segundo Givaldo, "essa presença é o reflexo das intenções que ele tem nas pesquisas. É a maior liderança do país, a mais respeitada pela população", finalizou.