Líder do governo evita criticar proposta de Renan que cria a AFI

Política

Líder do governo evita criticar proposta de Renan que cria a AFI

Redação Folha Vitória

Brasília - O líder do governo no Senado, Delcídio Amaral (PT-MS), evitou criticar a proposta apresentada nesta quinta-feira, 25, pelo presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), que cria a chamada Autoridade Fiscal Independente (AFI). Segundo ele, a ideia é "legítima", mas precisa passar por uma "discussão aprofundada".

"Nós precisamos avaliar muito bem a proposta. Eu mesmo assinei para tramitar essa PEC, mas ela exige uma discussão aprofundada", afirmou.

A ideia de Renan é que seja criado um órgão, vinculado ao Congresso Nacional, para fiscalizar a execução da política fiscal do Executivo. Segundo Delcídio, esse acompanhamento prévio já existia no passado, mas foi eliminado através de um decreto do ex-presidente Castelo Branco, o primeiro do regime militar.

O líder do governo, porém, disse que "quanto ao mérito", essa era uma "discussão sadia". "A proposta fala em transparência, em acompanhamento, então eu acho que é absolutamente legitima a discussão, mas eu acho que a gente tem muito tempo para debater essa questão, para realmente implementar aquilo que for bom para o Congresso e para o Brasil", afirmou.