Ao vivo: Sessão de julgamento da chapa Dilma-Temer é retomada

Política

Ao vivo: Sessão de julgamento da chapa Dilma-Temer é retomada

O ministro Gilmar Mendes indicou que deve se posicionar pela exclusão das provas relacionadas à Odebrecht, mas ainda não proferiu voto sobre o assunto

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deu início na noite desta terça-feira, 6, ao julgamento que pode cassar a chapa formada por Dilma Rousseff e Michel Temer, o que levaria ao afastamento do peemedebista do cargo. O julgamento começou em 4 de abril, mas foi suspenso para dar mais para tempo para as defesas da petista e do peemedebista.

O caso é retomado em um momento delicado para Temer, que foi gravado pelo empresário Joesley Batista, um dos donos da JBS, e responde a um inquérito no Supremo Tribunal Federal por suposta corrupção passiva, participação em organização criminosa e obstrução de Justiça, por tentar impedir o avanço da Operação Lava Jato. Um dos seus principais auxiliares, o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) foi preso no sábado, após ser gravado recebendo uma mala com R$ 500 mil de um emissário da JBS. Nesta terça-feira, um outro nome ligado a Temer foi preso, o ex-ministro Henrique Eduardo Alves

A questão permanece indefinida. O ministro Gilmar Mendes indicou que deve se posicionar pela exclusão das provas relacionadas à Odebrecht, mas ainda não proferiu voto sobre o assunto. O julgamento foi interrompido para almoço e retomado às 14h30.